Camisa usada por Júnior Moraes na conquista do título paulista de 2007 está em exposição no Memorial, na Vila Belmiro

Camisa usada por Júnior Moraes na conquista do título paulista de 2007 está em exposição no Memorial, na Vila Belmiro

No dia 06 de maio de 2007, ele fez a alegria de milhões de torcedores santistas. O atacante, que na época tinha 20 anos, saiu do banco de reservas e aos 36 minutos do segundo tempo fez o segundo e decisivo gol, contra o São Caetano, no Morumbi lotado, que deu o título do Campeonato Paulista de 2007 ao Santos FC e fez com que seu nome entrasse para a história do Clube. Júnior Moraes é um dos eternos Meninos da Vila e nesta segunda-feira (07) mostrou que o Peixe tem um lugar muito especial no seu coração. Ele doou a camisa que usou naquele dia histórico para o Memorial das Conquistas “Milton Teixeira”, que ficará exposta para a visitação do público. Estivem presentes no evento os ex-jogadores Negreiros e Aluísio Guerreiro, pai do atleta.

“É uma camisa muito importante pra mim, mas ela estará bem guardada no Memorial das Conquistas. É uma honra poder deixar a camisa aqui. Isso significa que eu faço parte da história do Clube”, disse emocionado o atacante, que atualmente defende o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia.

Aluísio Guerreiro e Júnior Moraes no Memorial das Conquistas (Foto: Ivan Stori/Santos FC)

Foram dez anos no Santos FC, entre as categorias de base e a equipe principal e afirma que a Vila Belmiro sempre será sua casa. “É um lugar que guardo com muito carinho, onde praticamente passei toda a minha infância. Cresci e aprendi muito e tenho um ótimo relacionamento com muita gente aqui, com pessoas em todos os departamentos. Então me sinto em casa”.

(Fotos: Ivan Storti/Santos FC)