Sub-20 do Santos empata com América-MG no Ulrico Mursa pelo Brasileirão

Sub-20 do Santos empata com América-MG no Ulrico Mursa pelo Brasileirão

Em partida válida pela segunda rodada do Brasileirão Sub-20, o Santos FC recebeu o América-MG no Ulrico Mursa, nesta terça-feira (2), e, embora tenha começado perdendo por 2 a 0, conseguiu empatar a partida em 2 a 2. O destaque do jogo fica para o centroavante Bruno Marques, que deixou o banco de reservas e marcou o primeiro gol do Peixe, e, logo em seguida, deu boa assistência para Allanzinho igualar o placar. Após o empate, o atacante Allanzinho ainda foi derrubado na área do América-MG, mas a arbitragem não enxergou irregularidade no lance.

“Nossa equipe deixou o América abrir o placar, mas graças a Deus o banco entrou ativo. Tivemos que entrar e dar a vida pelo grupo, graças a Deus fui honrado com um gol e uma assistência, e conseguimos empatar. Teve um pênalti que foi muito pênalti, mas fazer o quê?”, desabafou o atacante Bruno Marques após o término do jogo.

Com este resultado, os Meninos da Vila, comandados pelo técnico Márcio Zanardi, ocupam a sétima colocação com dois pontos conquistados na competição. O próximo compromisso do Santos FC pelo Brasileirão Sub-20 será na quarta-feira (10), contra o Internacional, na Morada dos Quero-Queros, em Alvorada (RS).

FICHA TÉCNICA

SANTOS 2 x 2 América-MG

Local: Estádio Ulrico Mursa, em Santos (SP);

Data: terça-feira, 2 de julho de 2019;

Horário: 15h (de Brasília);

Gols: Guilherme (43′ 1ºT), Luiz Felipe (8′ 2ºT), Bruno Marques (21’ 2ºT), Allanzinho (38’ 2ºT);

Cartões Amarelos: Guilherme Ferreira, João Cubas, Carlos Alberto e Vitor Alberto

SANTOS FC: Breno Sossai, Mikael Doka, Derick (Jhonnathan), Alex e Rhuan (Bruno Marques); Felipe Carvalho (Robson Reis), Lucas Minele (Ivonei) e Lucas Lourenço (Rafael Tirú); Wesley Pinheiro, Marcos Leonardo (Caio Mota), Alanzinho.  Técnico: Márcio Zanardi.

AMÉRICA-MG: Elzo, Thalys (Guilherme), Luisão, Guilherme Ferreira (João Cubas) e Lucas; Flávio (Matheus), Renan Gomes, Osmar (Carlos Alberto) e João Gabriel; Luiz Felipe (Vitor Alberto) e Guilherme Henrique (Dé). Técnico: Paulo Ricardo.

(Texto: Maikon Camargo / Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo)