Sub-15 e Sub-17 vencem seus adversários pela terceira fase do Campeonato Paulista

Sub-15 e Sub-17 vencem seus adversários pela terceira fase do Campeonato Paulista

Na manhã deste sábado (15), as equipe Sub-15 e Sub-17 do Santos FC entraram em campo em partida válida pela segunda rodada da 3° fase do Campeonato Paulista de suas categorias.

Sub-15

A primeira equipe a entrar em campo foi o Sub-15 comandado pelo técnico Emerson Ballio, que recebeu o Brasilis FC, às 9h, no CT Rei Pelé, e venceu pelo placar de 3 a 1. Os gols santistas foram marcados duas vezes pelo centroavante Marcos Leonardo e um outro pelo atacante Fernando Paiva.

O técnico Ballio colocou em campo uma escalação diferente surpreendendo o adversário. O treinador iniciou o jogo como: Vinícius Biagio, Nicolas Maciel, Pedrão, Kayki e Arthur; Pedro Augusto, Kelvin Malthus e Matheus Nunes; Fernando Paiva, Marcos Leonardo e Wesley Di Maria.

Com este resultado os Meninos da Vila se recuperaram na competição após estrear com derrota para o Desportivo Brasil, em Porto Feliz. Ao término desta segunda rodada da 3° fase do Paulista, todas as equipes do Grupo 21 estão empatadas com três pontos cada uma.

No próximo sábado (22), às 9h, o Santos enfrentará o Guarulhos no Estádio Dr. Cícero Miranda.

Sub-17

Após a vitória do Sub-15, foi a vez do Sub-17 comandado pelo técnico Luciano Santos entrar em campo no CT Rei Pelé, e vencer a equipe do XV de Piracicaba, pelo placar de 1 a 0, com um gol marcado pelo meio-campista Victor Yan.

“É sempre bom fazer um gol, ainda mais em uma partida complicada como essa. A equipe do XV é muito forte, não é boba, sabem jogar, dificultou bastante nosso setor de criação. Mas nessa terceira fase um a zero é goleada, não importa se é dentro ou fora de casa, cada jogo uma batalha. Agora é descansar e na segunda-feira começar a trabalhar forte pensando no Novorizontino que pra gente será como uma final de campeonato”, disse o autor do gol de hoje Victor Yan.

Luciano Santos encontrou dificuldades para escalar o time para este jogo, não podendo contar com seus atacantes Caio Mota, Kaio Jorge e Alisson (todos no departamento médico), e os meias Ivonei (suspenso) e Giovanni (virose na véspera da partida).

(Texto: Maikon Camargo)