Santos FC vence Olimpia no Paraguai e garante classificação para mata-mata da Libertadores

Santos FC vence Olimpia no Paraguai e garante classificação para mata-mata da Libertadores

O Santos Futebol Clube foi até Assunção, no Paraguai, enfrentar a equipe do Olimpia, em duelo válido pela 5ª rodada da fase de grupos da Conmebol Libertadores de 2020, e venceu pelo placar de 3 a 2. Os gols do Peixe foram marcados por Carlos Sánchez, Marinho e Kaio Jorge. Esta foi a terceira vitória do Peixe em três jogos longe da Vila Belmiro pela atual Libertadores.

Com o resultado, os comandados de Cuca chegam aos 13 pontos e garantem classificação para as oitavas de final da competição continental, também com a liderança do grupo assegurada. O próximo desafio do Santos FC será contra a equipe do Goiás, fora de casa, neste domingo (4), pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Marinho e Sánchez deixaram suas marcas

O jogo – Apesar do calor intenso que faz no Paraguai – quase 40ºC antes de a bola rolar -, Santos FC e Olimpia fizeram desde o primeiro minuto duelo disputado, intenso, com muita vontade. Depois de uma chance para cada lado, aos 12 minutos Madson acreditou em bola quase dominada por Recalde, foi para o mano a mano e acabou derrubado na área. Na cobrança do pênalti, Carlos Sánchez bateu com categoria, deslocando o goleiro e abrindo o placar para o Peixe.

O Olimpia não se abateu com o tento alvinegro e procurou ditar as ações nos minutos seguintes. Aos 21 minutos, Recalde, autor do pênalti, recebeu boa bola pelo alto, subiu mais alto que a marcação e conseguiu empatar de cabeça. Dez minutos depois, os donos da casa ampliaram novamente com Recalde. O Santos FC não sentiu a virada e foi pra cima dos paraguaios. A pressão surtiu efeito: aos 39 minutos Marinho cobrou falta, ninguém tocou na bola dentro da área e ela acabou entrando, igualando o marcador.

Apesar de o empate já garantir classificação para o Santos FC, os comandados de Cuca sentiram que dava para sair com os três pontos na bagagem, e a segunda etapa começou com o Peixe pressionando os mandantes. Aos 8 minutos, Soteldo ousou: ganhou da marcação do Olimpia pelo alto e cabeceou no gramado, mas Azcona ficou com ela.

Aos 12 minutos, a virada alvinegra: Kaio Jorge e Carlos Sánchez fizeram boa trama dentro da área e o Menino da Vila soltou o pé, encaminhando mais uma grande vitória do Peixe pela Libertadores longe da Vila – Kaio já havia decidido contra o Defensa y Justicia, na primeira rodada da fase de grupos, também em partida fora de casa. Antes da consolidação da vitória, destaque para gigantesca atuação de João Paulo, com pelo menos cinco defesas difíceis em blitz intensa montada pelo Olimpia em busca do empate. O arqueiro pegou de todas as formas: finalização de bicicleta, cabeçada, chute de primeira, em cima da linha. Fundamental para o triunfo.

João Paulo teve atuação épica: goleiro do Peixe segurou forte pressão do Olimpia

FICHA TÉCNICA

Olimpia 2 x 3 SANTOS

Local: Estadio Manuel Ferreira, em Assunção (PAR);

Data: quinta-feira, 1º de outubro de 2020;

Horário: 19h (de Brasília);

Gols: Carlos Sánchez (14′ 1ºT), Recalde (22′ e 33′ 1ºT), Marinho (40′ 2ºT), Kaio Jorge (12′ 2ºT);

Cartões Amarelos: Recalde (OLI), Alex (SAN), Jobson (SAN),

Olimpia: Azcona, Benitez, Leguizamon, Alcaraz, Arias, Domingo, Rodrigo Rojas, Alejandro Silva (Montenegro), Recalde, Camacho (Roque Santa Cruz), Pitta (Jorge Rojas). Técnico: Daniel Garnero.

SANTOS: João Paulo, Pará, Madson, Alex, Felipe Jonatan, Jobson (Ivonei), Diego Pituca, Carlos Sánchez (Alison), Marinho, Kaio Jorge (Raniel), Soteldo (Lucas Braga). Técnico: Cuca.

(Fotos: Ivan Storti/Santos FC)

Por: Bruno Secco