Santos FC vence Delfín e lidera Grupo G da Conmebol Libertadores

Santos FC vence Delfín e lidera Grupo G da Conmebol Libertadores

O Santos Futebol Clube recebeu a equipe do Delfín (EQU) na Vila Belmiro, nesta terça-feira (10), em partida válida pela segunda rodada da fase de grupos da Conmebol Libertadores, e venceu pelo placar de 1 a 0. O gol alvinegro foi marcado por Lucas Veríssimo. Com o resultado, os comandados de Jesualdo Ferreira seguem na liderança do Grupo G, com seis pontos conquistados e 100% de aproveitamento.

O próximo compromisso do Santos FC pela Libertadores da América será contra a equipe do Olimpia, na terça-feira (17), na Vila Belmiro, com a presença da torcida alvinegra. Os ingressos para esta partida já estão sendo comercializados. O Peixe volta a campo neste sábado (14), em clássico contra o São Paulo, fora de casa, pelo Campeonato Paulista.

O jogo – Cumprindo punição e jogando com seus portões fechados, o Santos FC estreou em casa pela Conmebol Libertadores de 2020 com o grande desfalque de sua torcida. Mesmo sem o incentivo da nação, logo nos primeiros minutos o Peixe conseguiu impor seu ritmo de jogo e chegou com perigo já aos 5′, com Eduardo Sasha arriscando de fora da área e mandando por cima do gol de Baroja. Quatro minutos depois, o alvinegro chegou novamente com perigo: após boa bola enfiada pelo alto por Soteldo, Kaio Jorge subiu mais alto que a marcação, mas cabeceou pra fora.

O Delfin tentou responder os lances de perigo criado pelo Peixe com Alaníz, que recebeu bola pela direita mas, ao tentar emendar de primeira, mandou muito longe do gol de Everson. No lance seguinte, aos 29 minutos, o Peixe foi fatal: Sánchez cobrou falta venenosa e Veríssimo cabeceou para as redes. O Delfín sentiu o gol e aos 35 minutos o Santos FC quase ampliou com Pituca, que recebeu de Sánchez e chutou forte da entrada da área, para grande defesa de Baroja.

A segunda etapa começou equilibrada, com chances para os dois lados. O Delfín chegou com perigo aos 10 minutos, em chute de primeira de Alaníz, mas ela foi pra fora. Aos 25 minutos, Yuri Alberto recebeu de Soteldo na entrada da área e bateu cruzado, também indo pra fora. No lance seguinte, aos 29′, o Peixe quase anotou o segundo tento com Sánchez, que chutou forte de fora da área e obrigou Baroja a fazer grande intervenção. Perto do final do jogo o Delfín teria sua chance mais perigosa, mas a finalização de longe saiu à direita do gol de Everson e a arbitragem, em seguida, anotara impedimento no lance.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 1 x 0 Delfín (EQU)

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP);

Data: terça-feira, 10 de março de 2020;

Horário: 19h15 (de Brasília);

Gols: Lucas Veríssimo (29′ 1ºT);

Cartões Amarelos: Cangá (DEL), Calderón (DEL), Luan Peres (SAN), Lucas Veríssimo (SAN), Jobson (SAN);

SANTOS FC: Everson, Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres, Felipe Jonatan, Jobson, Diego Pituca, Carlos Sánchez (Evandro), Soteldo, Eduardo Sasha (Arthur Gomes), Kaio Jorge (Yuri Alberto). Técnico: Jesualdo Ferreira.

Delfín (EQU): Baroja, Jonathan González, Cangá, Ale, Nazareno, Calderón (Benitez), Noboa, Alaníz, Rojas (Cifuente), Janner Corozo (Valencia), Garcés. Técnico: Carlos Ischia.

(Foto: Ivan Storti/Santos FC)