Santos FC recebe pessoas em situação de rua em ação Muito Além do Futebol

Santos FC recebe pessoas em situação de rua em ação Muito Além do Futebol

Lazer, descontração e realização de sonhos: assim ficou marcada a noite deste último domingo (29) para 30 pessoas em situação de rua, em mais uma ação Muito Além do Futebol. Embora o resultado dentro de campo não tenha sido dos melhores, nas arquibancadas o Santos Futebol Clube, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social (ligada à Prefeitura de Santos), colaborava com um grande passo no processo de reintegração à sociedade destas pessoas, oferecendo-lhes uma experiência na Vila mais famosa do mundo que certamente ficará registrada no imaginário de cada um dos presentes.

Santista fanático, Carli Carlos Claudino, de 55 anos, não escondeu a felicidade de conhecer a casa do seu time de coração, e mostrou-se grato pela oportunidade. “Eu acho muito gratificante estar na Vila Belmiro e nós temos esse direito ao lazer. Se eu tivesse que tirar o dinheiro do meu bolso, não poderia estar no jogo. Então, eu me sito muito gratificado”. Em situação de rua há 23 anos, Claudino chegou à cidade de Santos há apenas quatro, e nesta noite teve a tão esperada oportunidade de conhecer o Templo sagrado do futebol.

Janaina Brumm, de 26 anos, natural de Atibaia, revelou que o agito ao redor da Vila Belmiro e os gritos da torcida dentro do estádio sempre fizeram parte do seu imaginário, e disse ter se emocionado com a oportunidade. “Eu estudava no Primo Ferreira e nos dias de jogo saíamos mais cedo da escola. Ao ir para o ponto de ônibus, passava na frente da Vila com minha mãe e sentia aquele frio na barriga, a vontade de assistir, mas nunca foi possível. Então hoje estou emocionada porque amo futebol”, declarou.

Esta ação Muito Além do Futebol ocorreu em parceria com o programa Novo Olhar, lançado pela Secretaria de Desenvolvimento Social neste mês de julho. O programa tem como uma de suas metas a promoção de ações para fortalecer os serviços assistenciais e o estabelecimento de parcerias que auxiliem na aproximação de pessoas em situação de rua com a sociedade civil. “Assistir ao jogo do Santos FC foi um momento emocionante para todos. Uma iniciativa aparentemente simples como essa tem grande significado, em especial na perspectiva da garantia do direito a cultura e ao lazer, que dificilmente são trabalhados com essa população”, declarou Flávio Jordão, comandante da pasta na Cidade de Santos e condutor do projeto.

(Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo)