Santos FC luta muito, vence Corinthians no tempo normal, mas é eliminado do Paulistão nos pênaltis

Santos FC luta muito, vence Corinthians no tempo normal, mas é eliminado do Paulistão nos pênaltis

O Santos Futebol Clube recebeu a equipe do Corinthians no Paulo Machado de Carvalho, nesta segunda-feira (8), em partida válida pelo duelo de volta das semifinais do Campeonato Paulista de 2019. Precisando reverter um placar de 2 a 1, os comandados de Jorge Sampaoli impuseram seu estilo desde o primeiro minuto de jogo, marcaram o tão aguardado gol de empate da eliminatória perto do final da partida, com Gustavo Henrique, mas infelizmente acabaram perdendo na disputa de pênaltis, após 16 cobranças realizadas.

O jogo – Ciente da grande necessidade de marcar o gol que igualaria o placar agregado, o alvinegro praiano foi para cima do rival desde quando soou o apito inicial. O primeiro lance de destaque do jogo ocorreu aos 7 minutos, quando Jean Mota recebeu de Soteldo e caiu dentro da área. A torcida do Peixe, que lotou o Pacaembu e festejou e incentivou até o final, pediu pênalti, mas o árbitro nada marcou. Dois minutos depois, Alison recebe boa bola pelo alto e acerta o cabeceio, mas ela passa perto do gol de Cássio.

O Peixe seguiu pressionando o adversário, e aos 19 minutos Derlis González quase acertou lindo chute de fora da área, errando por pouco o alvo. No minuto seguinte, Cueva tentou de fora da área e Jean Mota desviou no meio do caminho, obrigando Cássio a fazer boa defesa. Cinco minutos depois, Carlos Sánchez chutou colocado na entrada da área e Cássio, mesmo com a bola antes desviando na zaga corinthiana, conseguiu fazer mais uma boa intervenção. Perto do final do primeiro tempo, Jean Mota cobrou falta por cima da barreira e Cássio, novamente, apareceu para fazer boa defesa.

A segunda etapa começou no mesmo ritmo da primeira: logo no primeiro minuto, Jean Mota aproveitou sobra dentro da área para finalizar forte, mas o goleiro do Corinthians fez mais uma grande defesa. No minuto seguinte, mais uma oportunidade do Peixe, e mais uma que parou no goleiro corinthiano: Rodrygo deu belo drible em Henrique e chutou sem muita força, sem dar tanto trabalho para o arqueiro rival. Aos 8 minutos, Pituca recebeu na entrada da área e chutou forte, com destino ao gol, mas a bola ficou com Cássio. O Corinthians tentou alguma coisa aos 21 minutos, com Ramiro recebendo na área e caindo, mas o árbitro nada marcou.

O Santos FC não parava de criar: aos 25 minutos, Rodrygo recebeu sobra na área e chutou rasteiro, mas Cássio novamente fez uma intervenção, dessa vez com os pés. Aos 34 minutos, Derlis González toca para Sánchez dentro da área, mas o uruguaio chutou para fora. De tanto tentar, o Peixe finalmente, e justamente, foi coroado com o tento que empatou a eliminatória: o capitão Victor Ferraz cruzou na medida pela direita, para Gustavo Henrique chegar cabeceando, sem chances para o goleiro do Corinthians. A partida seguiu tensa até os minutos finais, mas nenhum outro gol saiu, e a disputa foi para as penalidades.

Nas cobranças de pênaltis, Vanderlei pegou o chute de Boselli. Rodrygo marcou para o Peixe. Vagner Love marcou para o Corinthians. Kaio Jorge perdeu o dele. Ramiro converteu a seguinte. Soteldo converteu para o Santos FC. Urso marcou a seguinte. Sánchez marcou para o Peixe. Fagner, para o Corinthians. E Derlis fechou a série convertendo a sua cobrança. Nas alternadas, Sornoza converteu a sua. Pituca também acertou o gol. Avelar, na seguinte, marcou o sexto, e Alison também converteu a sexta para o Peixe. Henrique marcou a seguinte, mas Ferraz infelizmente mandou a última na trave.

A torcida santista, que lotou o Paulo Machado de Carvalho em plena noite de segunda-feira, reconheceu a superioridade alvinegra ao longo da partida e aplaudiu a equipe comandada por Jorge Sampaoli após o término das cobranças.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 1 (6) x (7) 0 Corinthians

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP);

Data: segunda-feira, 8 de abril de 2019;

Horário: 20h (de Brasília);

Gols: Gustavo Henrique (40′ 2ºT)

Cartões Amarelos: Clayson (COR), Cássio (COR), Diego Pituca (SAN), Alison (SAN), Carlos Sánchez (SAN), Kaio Jorge (SAN);

SANTOS FC: Vanderlei, Victor Ferraz, Aguilar, Gustavo Henrique, Diego Pituca, Alison, Carlos Sánchez, Cueva (Rodrygo), Soteldo, Jean Mota (Kaio Jorge), Derlis González. Técnico: Jorge Sampaoli.

Corinthians: Cássio, Fagner, Manoel, Henrique, Danilo Avelar, Ralf, Junior Urso, Sornoza, Pedrinho (Vagner Love), Clayson (Ramiro), Gustavo (Boselli). Técnico: Fabio Carille.

(Foto: Ivan Storti)