Santos anuncia PayGo como patrocínio master para a semifinal do Paulista

Santos anuncia PayGo como patrocínio master para a semifinal do Paulista

O Santos FC terá a PayGo, plataforma de captura de pagamento com cartões, no espaço máster da camisa, na segunda e decisiva partida pela semifinal do Campeonato Paulista, contra o Corinthians, nesta segunda-feira (08), no Pacaembu.

“A ação com a PayGo reforça o bom momento do Santos FC. Esta iniciativa é mais uma prova dos nossos esforços de aproximação com o mercado publicitário”, afirma José Carlos Peres, presidente do Santos Futebol Clube.

A Paygo é a única plataforma de pagamentos a estampar o uniforme de um grande time paulista em uma ação nesta temporada. “Estamos muito orgulhosos por essa parceria. Reconhecemos a enorme tradição do Santos e ficamos honrados com a oportunidade de dar visibilidade à nossa marca”, diz Vinicius Pessin, presidente da PayGo.

A ação com o Santos FC marca o relançamento da marca PayGo, que mudou de identidade visual após ser comprada por uma empresa do grupo do C6 Bank.

Sobre a PayGo

A PayGo, além de distribuir maquininhas de captura de pagamentos com cartões, dispõe de outras soluções de captura de transações com cartões, como links de cobrança (que permite o envio da cobrança por e-mail, apps de mensagens e redes sociais) e ferramentas de conciliação (um painel online em que o empresário pode acompanhar as vendas com cartões de crédito e débito de uma ou mais lojas).

A plataforma é uma das líderes do mercado brasileiro em TEF (Transferência Eletrônica de Fundos), sistema que permite ao comerciante aceitar todos os cartões em uma única maquininha e que ajuda na gestão das transações e contempla soluções para ambientes físicos e digitais, além de soluções de conciliação de vendas. A PayGo tem mais de 38 mil terminais ativos, realiza 1 milhão operações por dia e captura cerca de R$ 2 bilhões em transações todo mês.

Fundada como NTK Solutions, a PayGo tem 17 anos de atuação no mercado brasileiro. A plataforma foi comprada em 2018 por uma empresa do grupo do C6 Bank, instituição que recebeu autorização do Banco Central para operar como banco múltiplo em janeiro de 2019 e que pretende ser um banco completo para pessoas físicas e jurídicas.