Santos ainda não venceu CSA em Maceió

Santos ainda não venceu CSA em Maceió

Por Gabriel Santana, do Centro de Memória

Santos e Centro Sportivo Alagoano, o popular CSA, se enfrentaram apenas quatro vezes ao longo da história. O primeiro confronto ocorreu em 22 de maio de  1974, quando o time santista estava prestes a perder o concurso de seu maior ídolo, o Rei Pelé.

Jogada na Vila Belmiro e válida pelo Campeonato Brasileiro, a partida começou dando a impressão de que o Santos ganharia com tranquilidade. Mesmo desfalcado de Pelé, o time escalado pelo técnico Tim era muito favorito: Cejas, Hermes, Bianchi, Vicente e Roberto (Turcão); Nelsi e Brecha; Fernandinho, Nenê, Claudio Adão (Euzébio) e Mazinho.

O Alvinegro perdeu inúmeros gols no início do jogo, até que abriu o placar aos 19 minutos, por meio de Nelsi. Mas o jogo prosseguiu e a expectativa do começo da partida não se concretizou. Mesmo enfrentando uma equipe que não vinha bem, o Peixe venceu pelo placar mínimo.

Santos inaugura Estádio Rei Pelé

Em um domingo, 25 de outubro de 1970, foi inaugurado, em Maceió, o Estádio Rei Pelé, o mesmo em que CSA e CRB costumam mandar seus jogos. O time santista, que contou com o jogador que deu nome ao estádio, fez o jogo inaugural diante da Seleção de Alagoas, a quem venceu por 5 a 0.

Diante de 45.865 espectadores e em partida arbitrada pelo conhecido Armando Marques, o atacante Douglas Franklin marcou o primeiro gol do estádio e recebeu uma medalha de ouro para guardar o momento. Pelé, a grande estrela do confronto, deixou sua marca duas vezes, e Nenê também marcou dois gols para completar o marcador.

Naquele dia, o Santos do técnico Antoninho jogou com seus tricampeões mundiais e sofreu seis substituições durante a partida. O time atuou com Cejas (depois Edevar) , Carlos Alberto Torres (Turcão), Djalma Dias (Ramos Delgado), Marçal (Joel Camargo) e Rildo; Clodoaldo (lima) e Nenê; Davi, Douglas, Pelé (Luiz Carlos Feijão) e Abel.

Até hoje, só quatro jogos

Por Guilherme Guarche, do Centro de Memória

O Santos só enfrentou o CSA quatro vezes, vencendo duas, empatando uma e perdendo uma. Marcou três gols e sofreu um.

Em jogos do Brasileiro, foram duas partidas, ambas na Vila Belmiro. Em 22 de maio de 1974, conforme texto acima, venceu por 1 a 0, e em 6 de setembro de 1975, já sem Pelé, ganhou por 2 a 0.

Os outros dois jogos foram pela Copa do Brasil, em abril de 2009. No dia 4, em Maceió, no mesmo estádio em que jogará domingo, o Santos empatou sem gols, e na Vila Belmiro, no dia 22 do mesmo mês, sofreu uma de suas derrotas mais surpreendentes, ao perder vários gols e acabar batido por 1 a 0 e eliminado da competição.

Mourão, Nelsi, Clayton e Toinzinho são os únicos santistas que marcaram contra o CSA. Dois alagoanos já vestiram a camisa do Santos: William José e Vagner Diniz – sem contar, é claro, a rainha Marta, melhor jogadora de todos os tempos, campeã pelo Santos da Copa Libertadores e da Copa do Brasil de 2009.