Quatro passos para a Vila Belmiro voltar a ser alçapão ainda em 2018

Quatro passos para a Vila Belmiro voltar a ser alçapão ainda em 2018

Buscando recuperar o clima de alçapão da Vila Belmiro, a atual gestão do Santos Futebol Clube traçou quatro metas para o ano de 2018 visando melhorar a experiência do torcedor em nossa casa. A primeira delas foi cumprida ainda em janeiro, quando houve a troca e diminuição dos vidros da arquibancada térrea lateral, além da volta do alambrado atrás do gol da arquibancada do placar. Esta iniciativa foi o primeiro passo para que houvesse mais aproximação da torcida com os jogadores santistas.

A segunda etapa deste planejamento, por sua vez, começou a ser executada durante a pausa para a Copa do Mundo: a demolição dos camarotes da arquibancada térrea, atrás do gol próximo ao vestiário visitante. Planejada para ocorrer neste período de menor atividade de partidas na Vila, a obra visa reimplantar a antiga arquibancada de concreto no lugar dos camarotes revestidos de vidro. O prazo de conclusão desta obra é estimado em até 60 dias, podendo ser concluída antes de atingir este período.

“Recuperar a atmosfera da Vila Belmiro é mais um compromisso que assumimos no ano passado e que agora concluiremos com êxito. Seguimos firmes no propósito de trazer cada vez mais o nosso torcedor para a nossa casa”, declarou o Presidente José Carlos Peres. “O torcedor é o principal alicerce do Santos Futebol Clube e faremos sempre o possível para melhorar sua experiência na Vila Belmiro. Trazer de volta seu clima de alçapão é apenas o primeiro passo”, corroborou Orlando Rollo, Vice-Presidente do Peixe.

Readequar o espaço destinado à torcida visitante será a terceira etapa deste ousado planejamento da diretoria alvinegra. Ao longo do segundo semestre de 2018, a arquibancada adversária passará a contar com uma divisória móvel, com otimização dos lugares, gerando mais conforto e principalmente segurança aos espectadores.

Concluindo o planejamento para 2018, serão realizados ajustes para melhor aproveitamento do espaço onde hoje estão destinados os camarotes térreos laterais. A reforma, uma das mais pedidas pela torcida santista, encontra-se em estudo e está programada para ocorrer assim que o Campeonato Brasileiro deste ano acabar.

(Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo)