Pés no chão e espírito de luta podem levar Sereias à final do Brasileiro, diz atacante Sole

Pés no chão e espírito de luta podem levar Sereias à final do Brasileiro, diz atacante Sole

(foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo / Santos FC)

A vantagem obtida na vitória contra o Iranduba por 2 a 1, em Manaus, é significativa, porém nada está conquistado. É assim que pensa a artilheira das Sereias da Vila no campeonato nacional, Sole Jaimes. A argentina já balançou as redes 14 vezes na competição e quer atenção redobrada contra as manauaras neste sábado, às 21 horas, na Vila Belmiro.

“O placar foi muito bom em Manaus, mas, nada está ganho. Precisamos ter consciência de que temos que jogar bola para conquistar este feito inédito para o Santos FC: a vaga tão sonhada na final do Brasileiro.”, reforça a camisa 9 do Peixe.

Florência Soledad Jaimes tem 28 anos e é natural de Entre Rios, província situada ao norte de Buenos Aires. Chegou ao Santos no segundo semestre de 2015 e conquistou a confiança do técnico Caio Couto sendo artilheira do Paulista de 2016 (18 gols), e a principal goleadora da equipe na temporada 2017 com 15 gols em 16 partidas.

O discurso da atacante é sincero quando perguntada sobre a briga por ser a principal goleadora do Brasil. ” Obviamente eu gostaria de ser a artilheira e chegar até a final tentando mais gols. Mas penso que se conquistarmos uma vitória, e eu não marcar, não tem problema. O clube e minha equipe estão acima disso.”, revelou.

“Isso não significa que eu fique acomodada, que está tudo bem. Não! Eu faço meu melhor nos treinamentos, me cobro muito e tento chegar a minha meta, seja ela coletiva ou individual. Vamos aguardar o que vem pela frente. Visamos o título.”, disse a camisa 9.

“Sei que o torcedor do Santos FC vai nos apoiar neste final de semana. Precisamos muito da ajuda dessa torcida maravilhosa. Queremos compartilhar com eles este nosso momento. Por isso peço a presença dos alvinegros na Vila Belmiro. Com vocês queremos escrever mais uma página na história deste clube fantástico.”, completou.

“Ela é uma atleta diferenciada. Tem uma disposição que contagia o time inteiro. Seja no ataque ou ajudando a defender. A Sole merece este momento que ela vive e a equipe precisa muito dela com esta vibração e com estes pés no chão como ela mesmo reforçou.’, comenta o treinador das Sereias da Vila, Caio Couto.

(texto: Fabiano Farah)