Oeste, para retomar a direção certa

Oeste, para retomar a direção certa

Gabriel Pierin, do Centro de Memória

No próximo sábado, 2 de março, às 19 horas, Santos e Oeste jogarão pela nona rodada do Campeonato Paulista, no Pacaembu. As equipes já se enfrentaram sete vezes. As partidas, todas elas pelo campeonato estadual, garantem a invencibilidade santista. A equipe de Vila Belmiro foi vencedora de seis delas e empatou apenas uma. Marcou quatorze gols e sofreu quatro.

Apesar de terem se enfrentado poucas vezes, o clube do interior entrou para a história do Alvinegro graças ao jogo de estreia do maior ídolo santista pós Pelé. Há dez anos, também no Pacaembu e no mês de março, Neymar fazia seu primeiro jogo com a camisa profissional do Santos.

Era sábado, 7 de março de 2009, e a expectativa de ver a jovem promessa era grande. O garoto, de apenas 17 anos, passou o primeiro tempo no banco de reservas. Apesar da superioridade e do volume de jogo dos santistas, o gol teimava em não acontecer. Logo no início da segunda etapa, o público, de mais de 23 mil pessoas, passou a gritar o nome de Neymar.

O técnico Vágner Mancini atendeu aos anseios da torcida e, aos 11 minutos, colocou o garoto no lugar do colombiano Molina. Então, Neymar colocou fogo no jogo. Em menos de três minutos acertou uma bola na trave, depois de driblar com displicência um adversário.

Aos 19 minutos, finalmente, veio o gol. Roni balançou as redes após uma falha do time de Itápolis. O segundo gol chegou ao final da partida, com Madson arriscando um chute de longa distância. A equipe do interior ainda teve tempo de diminuir, com Dezinho.

O título paulista não veio naquele ano de 2009, mas Neymar & Cia deram para a torcida santista uma sequência de conquistas importantes nos anos seguintes.

Só vitórias e um empate
Guilherme Guarche e Gabriel Santana, do Centro de Memória

O Santos já enfrentou a equipe do Oeste em sete partidas, todas pelo Campeonato Paulista. Dessas, venceu seis e empatou uma, marcou 14 gols e sofreu quatro. Seu favoritismo histórico, portanto, é total.

Artilheiros santistas do confronto
1 – Neymar, Thiago Ribeiro e Zé Eduardo, dois gols.
4 – Jerri, Roni, Madson, André, Ibson, Cícero, Leandro Damião e Diego Cardoso,um gol.

Técnicos que mais dirigiram o Santos contra o Oeste 
1 – Muricy Ramalho, duas vezes.
2 – Dorival Júnior, Emerson Leão, Marcelo Martelotte, Oswaldo Oliveira e Vagner Mancini, uma vez.

Curiosidade: A equipe do Oeste FC foi fundada em 25 de janeiro de 1921, uma sexta-feira, na cidade de Itápolis, interior de São Paulo. Em 2017 o Rubrão, como é conhecido o time do Oeste, mudou sua sede para a cidade de Barueri. Suas cores continuam sendo o preto e o vermelho.