OBRIGADO, COUTINHO!

OBRIGADO, COUTINHO!

“A gente não tava preparado para isso… Assim como o mundo, até hoje, tem dificuldade de entender o que aquele time fez, é difícil da gente digerir essa história de que você partiu. Você foi um dos grandes, Coutinho. Foi um dos responsáveis por dar até mesmo ao santista e ao brasileiro mais vira-latas motivos para se orgulhar. Era o equilíbrio da rebeldia e da elegância de um Santos que assustava quem quer que fosse, onde quer que fosse. Porque, se parar um Pelé só era difícil, imagina dois! Sempre foi assim, branco no preto: a bola, Pelé, Coutinho e gol. Sem força, de forma natural, encantadora. Parecia simples. Mas, era simbiose. Era perfeito. Estava inventada a tabelinha. A fita branca nos punhos foi, de fato, uma ideia interessante. Porém a confusão não era só por conta da cor da pele. Você também foi rei. E Fez da pequena área o seu castelo, o seu lar. Antônio Wilson Vieira Honório. Negro. Intenso. Inquieto. Lendário. Coutinho. Obrigado por tudo, Ídolo Eterno”.

Texto: Victor Borges

 

Inscreva-se na #SantosTV e fique por dentro de tudo o que rola no #Santos: http://bit.ly/146NHFU