O Santos FC na Seleção Brasileira

O Santos FC na Seleção Brasileira

O Santos FC teve, até o ano de 2017, exatos 83 jogadores que atuavam pelo clube e foram convocados pela Seleção Brasileira. Alguns jogadores do Peixe também foram convocados, contudo não chegaram a participar de nenhuma partida do Selecionado Nacional. Os primeiros jogadores do Alvinegro que defenderam a Seleção foram Arnaldo Silveira e Adolpho Millon Jr, no distante ano de 1914. Já o último santista a vestir a camisa brasileira foi o meia Lucas Lima no ano passado.

Na Copa do Mundo de 1958, na Suécia, conquistada pelo Brasil, os representantes do Alvinegro foram: Zito, Pepe e Pelé. O Rei Pelé que disputava sua primeira Copa Mundial tinha 17 anos de idade e encantava o mundo com sua arte e magia de seu genial futebol recebendo da imprensa europeia o título de Rei do Futebol.

Já na competição seguinte disputada no Chile, onde o Selecionado sagrou-se Bicampeão Mundial de Futebol, representavam o Alvinegro: Mengálvio, Coutinho, Pepe, Gylmar, Mauro, Zito e Pelé. O capitão campeão que levantou a taça e eternizou o gesto foi o zagueiro Mauro Ramos de Oliveira.

Na Copa Mundial que aconteceu na Inglaterra, em 1966, estavam os atletas santistas: Gylmar, Zito, Lima, Orlando Peçanha, Edu e Pelé. Na competição, o Rei Pelé sofreu forte e violenta marcação dos zagueiros adversários, não podendo mostrar sua genialidade dentro das quatro linhas. Assim, o Selecionado Nacional não obteve uma participação à altura do seu futebol, vistoso e de muita qualidade. Jonas Eduardo Américo, o Edu estava participado do grupo com apenas 16 anos de idade e é o mais jovem jogador a ser convocado para defender o Selecionado Nacional.

No México, no inesquecível ano de 1970, o país viu e vibrou com o Tricampeonato do Selecionado Nacional. Defenderam o time canarinho, os seguintes jogadores: Pelé, Clodoaldo, Carlos Alberto, Joel Camargo e Edu. O capitão do tri brasileiro foi o lateral-direito santista, Carlos Alberto Torres.

Na Copa do Mundo de 1974, realizada na Alemanha, representaram o Alvinegro: Marinho Peres e Edu. Clodoaldo foi dispensado às vésperas do certame por contusão e o Rei Pelé que poderia ter disputado sua quinta e última copa, não quis participar do evento por decisão própria, apesar do pedido popular para que ele jogasse além da própria direção da Confederação Brasileira de Desportos.

E na última vez em que o Santos FC cedeu um atleta para a Seleção Nacional, na Copa do Mundo de 2010, disputada na África do Sul, quem representou o Alvinegro Praiano foi o Rei das Pedaladas, Robinho.

Na atual Copa disputada na Rússia, o clube não tem nenhum atleta a representá-lo, embora, dois atletas jogaram e se consagraram pelo Santos FC. São eles, o lateral-direito Danilo e o craque Neymar.

O eterno Rei Pelé é o artilheiro máximo com 95 gols marcados.

Relação dos jogadores santistas que foram convocados e jogaram pelo Brasil com o respectivo número das partidas:
Pelé (113) – Carlos Alberto Torres (61) – Clodoaldo (55) – Edu (54) – Zito (51) – Pepe (41) – Gylmar (38) – Joel Camargo (36) – Neymar (33) – Robinho (28) – Rildo (24) – Lima (19) – Arnaldo Silveira (16) – Mauro e Formiga (15) – Orlando Peçanha e Lucas Lima (14) – Márcio Rossini, Dorval e Coutinho (13) – Marinho Peres (12) – Renato, Djalma Dias, Calvet e Álvaro (11) – Narciso (10) – Mengálvio e Del Vecchio (9) – Sérgio Guedes, Millon, Léo Bastos, Kléber e Ganso (8) – Elano, Diego, Cláudio e Haroldo (7) – Ricardinho, Jamelli, Giovanni e Almir (6) – Robert, Pita, Paulo Isidoro, Nílton Batata, Ricardo Oliveira e João Paulo (5) – Toninho Carlos, Feitiço, Dema, Castelhano, Gabriel e Arouca (4) – Tite, Rafael, Marcos Assunção, Juary, Cláudio Pinho e Constantino (3) – Vasconcelos, Toninho Guerreiro, Silas, Pagão, Marolla, Danilo e César Sampaio (2) e por último com uma só partida: Zetti, Urubatão, Ricardo Rocha, Muller, Hélvio, Geraldino, Esquerdinha, Edu Marangon, Edmundo, Borges, Axel, Araken Patusca, André, Alfredo, Alessandro, Abel e Dorval.

 

Texto de Guilherme Gomez Guarche