O Santos de Pelé versus o Botafogo de Garrincha

O Santos de Pelé versus o Botafogo de Garrincha

Odir Cunha, do Centro de Memória
Estatísticas por Gabriel Santana

Não adianta. Sempre que esses dois lendários alvinegros se encontram vem à memória os tempos dourados do futebol brasileiro, em que o Santos de Pelé e o Botafogo de Garrincha faziam o maior clássico do planeta.

Craques acima de todos, Pelé e Garrincha se enfrentaram 11 vezes defendendo seus alvinegros. Desses duelos, o Santos venceu sete, empatou um e perdeu três. O Alvinegro Praiano marcou 34 gols e sofreu 18. Pelé fez 10 gols, quase um por jogo, e Garrincha apenas um.

O primeiro embate dos dois maiores gênios do nosso futebol ocorreu em 11 de maio de 1957, um sábado, na Vila Belmiro. Nesse dia o Santos goleou o rival por 5 a 1, pelo Torneio Rio-São Paulo, com três gols de Dorval e dois de Tite. Paulo Valentim marcou para o Botafogo. Pelé tinha apenas 16 anos e Garrincha, 23.

Para quem acredita no vaticínio das estrelas, uma curiosidade: Tanto Pelé, de 23 de outubro de 1940, quanto Garrincha, de 28 de outubro de 1933, nasceram sob o signo de Escorpião, cujas características são a coragem, a ambição e o dom de alcançar tudo o que almeja.

Na última vez que se enfrentaram por seus clubes, em 10 de janeiro de 1965, um domingo, no Maracanã, pela decisão do Torneio Rio-São Paulo de 1964, o Botafogo venceu por 3 a 2. Roberto, duas vezes, e Jairzinho marcaram para o time carioca; Coutinho fez os dois do Santos.

Foi a única decisão de título em que o Botafogo de Mané venceu o Santos de Pelé. Porém, por falta de datas para a segunda partida, o título do Rio-São Paulo de 1964 acabou compartilhado pelos dois times.

A decisão mais importante entre ambos, a da Taça Brasil/ Campeonato Brasileiro de 1962, jogada em 2 de abril de 1963, uma terça-feira à noite, no Maracanã, apresentou uma estrondosa goleada santista.

Com dois gols de Pelé e outros de Dorval, Pepe e Coutinho, o Alvinegro Praiano ganhou por 5 a 0, no duelo chamado pelo premiado jornalista Ney Bianchi, da revista Fatos & Fotos, de “o maior jogo do mundo”.

Pelé e Garrincha também se encontraram na final do Troféu Teresa Herrera, em La Coruña, Espanha, em 21 de junho de 1959, um domingo em que o Estádio Riazor recebeu 45 mil pessoas. Todo mundo queria ver em ação os astros brasileiros da Copa da Suécia, um ano antes.

Em um espetáculo cujos 15 minutos finais foram aplaudidos de pé pelo público, o Santos goleou por 4 a 1, com dois gols de Pepe, um de Pelé e um de Coutinho. O ponta Zagallo fez o gol botafoguense.

Outro jogo importante entre ambos ocorreu em 28 de agosto de 1963, no Maracanã. Nessa noite de quarta-feira os alvinegros decidiram quem iria para a final da Copa Libertadores de 1963. No primeiro jogo, em São Paulo, tinham empatado em 1 a 1, com gols de Jair Bala e Pelé. No Rio, em outra exibição de gala, o Santos goleou por 4 a 0, com três gols de Pelé e um de Lima.

Os 11 duelos entre o Santos de Pelé e o Botafogo de Garrincha

11/05/1957 – Santos 5 x 1 Botafogo – Torneio Rio – SP – Vila Belmiro Gols: Dorval (3) e Tite (2) para o Santos; Paulo Valentim para o Botafogo.
02/03/1958 – Santos 2 x 2 Botafogo – Torneio Rio – SP – Pacaembu     Gols: Pepe e Didi (contra); Paulo Valentim e Edson.
09/04/1959 – Santos 4 x 2 Botafogo – Torneio Rio – SP – Maracanã     Gols: Pagão (2), Doval e Pelé; Didi e Paulo Valentim.
21/06/1959 – Santos 4 x 1 Botafogo – Tereza Herrera – Riazor – La Coruña
Gols: Pepe (2), Pelé e Coutinho; Zagallo.
01/04/1961 – Santos 4 x 2 Botafogo – Torneio Rio – SP – Pacaembu     Gols: Pelé (2), Dorval e Coutinho; Edson e China.
03/01/1962 – Santos 0 x 3 Botafogo – Amistoso – Maracanã                          Gols: Amarildo (2) e China.
31/03/1963 – Santos 1 x 3 Botafogo – Taça Brasil/62/ Rio – SP – Maracanã Gols: Rildo (contra); Edson, Quarentinha e Amarildo.
02/04/1963 – Santos 5 x 0 Botafogo – Taça Brasil/62 – Maracanã         Gols: Pelé (2), Dorval, Pepe e Coutinho.
28/08/1963 – Santos 4 x 0 Botafogo – Taça Libertadores – Maracanã     Gols: Pelé (3) e Lima.
25/04/1964 – Santos 3 x 1 Botafogo – Torneio Rio – SP – Maracanã     Gols: Coutinho, Pelé e Pepe; Garrincha.
10/01/1965 – Santos 2 x 3 Botafogo – Torneio Rio – SP – Maracanã     Gols: Coutinho (2); Roberto (2) e Jairzinho.

Santos leva vantagem no estádio Nilton Santos

É muito raro, entre grandes clubes brasileiros, o visitante levar vantagem nas estatísticas dos jogos no campo do adversário, mas é isso que ocorre nesse confronto. Em nove jogos no estádio Nilton Santos, todos pelo Campeonato Brasileiro, o Santos venceu quatro, empatou dois e perdeu três; marcou nove gols e sofreu o mesmo tanto.

Somando-se todos os 64 duelos pelo Campeonato Brasileiro, em qualquer campo, o Santos tem 24 vitórias, 20 empates e 20 derrotas; 87 gols a favor e 65 contra.

Na primeira vez em que se encontraram, no dia do sexto aniversário do Santos, o domingo 14 de abril de 1918, o Alvinegro Praiano foi implacável. Com três gols de Ary Patusca, dois de Adolpho Millon e outros de Arnaldo Silveira, Marba e Haroldo, o Alvinegro Praiano goleou por 8 a 2.

Até hoje, entre jogos oficiais e amistosos, os times se enfrentaram 111 vezes. O Santos obteve 44 vitórias, 30 empates e 37 derrotas; marcou 189 gols e deixou passar 156.

Primeiro jogo pelo Brasileiro – Santos 4 x 3 Botafogo – Pacaembu 19/03/1963 – Gols: Pepe (2), Coutinho e Dorval.

Primeiro jogo pelo Brasileiro no Nílton Santos – Santos 2 x 1 Botafogo      06/10/2007 – Gols: Renatinho e Rodrigo Tabata.

Último jogo pelo Brasileiro no Nílton Santos – Santos 1 x 0 Botafogo 21/07/2019 – Gol: Marinho.

Último jogo pelo Brasileiro – 03/11/2019 – Santos 4 x 1 Botafogo  03/11/2019 – Gols: Eduardo Sasha, Soteldo (2) e Marinho

Artilheiros santistas no confronto
1 – Pelé, 13 gols.
2 – Dorval, 9 gols.
3 – Pepe, 8 gols.
4 – Coutinho, 7 gols.

Artilheiros santistas no confronto pelo Brasileiro
1 – Pelé, Pepe, Nenê Belarmino, Paulinho McLaren e Diego, 3 gols.