No primeiro duelo das semis do Paulistão, Santos FC perde para o Palmeiras

No primeiro duelo das semis do Paulistão, Santos FC perde para o Palmeiras

O Santos Futebol Clube recebeu a equipe do Palmeiras no Pacaembu, na noite deste sábado (24), pelo jogo de ida das semifinais do Campeonato Paulista de 2018, e acabou sendo derrotado pelo placar mínimo. Embora tenha feito segundo tempo bastante propositivo, ditando as ações e tendo boas chances, o Peixe não conseguiu igualar o marcador. O único gol do jogo foi marcado por Willian, aos 12 minutos da primeira etapa.

A partida de volta da eliminatória ocorrerá na próxima terça-feira (27), às 20h30, no mesmo Pacaembu – agora com mando de campo do Palmeiras. Pelo fato de o Campeonato Paulista não ter como critério de avaliação o gol fora de casa, vitória simples do Santos FC forçará as penalidades máximas. Vencendo por dois ou mais gols de diferença, o Peixe avança para a final do Paulistão.

O jogo – Poucas ações ofensivas marcaram os minutos iniciais de partida. O Santos FC, embora tivesse mais a bola em seus pés, era limitado a trocar passes em seu campo de defesa em decorrência da marcação alta do rival. A forte presença do Palmeiras em seu campo de ataque, no entanto, resultou em apenas um lance de perigo, protagonizado por Keno – o ponta arriscou de fora da área aos 9 minutos, sem oferecer qualquer perigo para Vanderlei.

Aos 12 minutos, entretanto, Keno conseguiu achar uma brecha na marcação do Peixe e tocou para Bruno Henrique. O volante encontrou Dudu pela direita que, livre de marcação, chutou cruzado, para a conclusão certeira de Willian. O atacante do Palmeiras ainda teve outra chance para ampliar o marcador no lance seguinte, mas Lucas Veríssimo salvou a retaguarda alvinegra.

Após o gol o Peixe começou a crescer no jogo. Aos 25 minutos, Diogo Vitor conseguiu enfiar boa bola para Gabriel, mas Jailson chegou antes para fazer a antecipação. Já aos aos 36, Diogo cobrou escanteio e a bola ficou de cabeça em cabeça na área. Sobrou para Gabriel, que finalizou para a defesa de Jailson. Aos 38, outro Daniel Guedes cobrou falta pela direita e David Braz escorou. Com Jailson vendido no lance, Gabriel, por muito pouco, não conseguiu igualar o marcador no Pacaembu.

Aos 44 e 45 minutos, os lances mais perigosos do Santos FC na primeira etapa: Thiago Martins falhou, Gabriel ficou bom a bola e, frente a frente com Jailson, chutou para grande defesa do arqueiro rival. No lance seguinte, após ótima cobrança de escanteio de Daniel Guedes, Renato cabeceou forte – mas parou em outro milagre do goleiro palmeirense.

A segunda etapa começou com boas chances para o Peixe. Arthur Gomes deu ótimo drible de corpo em cima de Tchê Tchê e chutou cruzado pela esquerda. Jailson espalmou para o meio da área e Gabriel, no rebote, chutou para fora. No lance seguinte, após grande roubada de bola de Alison para cima de Lucas Lima, Diogo Vitor arriscou de longe, com a bola passando rente à trave esquerda.

Logo após entrar aos 20 minutos, Rodrygo botou fogo na partida: em seu primeiro lance, o Menino da Vila aplicou bom drible entre as pernas do marcador do Palmeiras e caiu na área, sem convencer o árbitro de que houve a infração. No lance seguinte, o jovem atacante soltou a bomba de fora da área, para boa defesa de Jailson. Aos 30, Gabriel arrisca belo chute de fora da área, mas Jailson opera outro milagre.

Mesmo com o Palmeiras adotando postura mais defensiva nos minutos finais da segunda etapa, o Santos FC seguiu tendo oportunidades. Vitor Bueno, aos 37, teve a melhor, recebendo cruzamento dentro da área e, mesmo desequilibrado, cabeceando para defesa do goleiro. A partida esfriou e o placar manteve-se o mesmo.

(Fotos: Ivan Storti/Santos FC)

FICHA TÉCNICA

SANTOS 0 x 1 Palmeiras

Local: Estádio Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu), em São Paulo (SP);

Data: domingo, 24 de março de 2017;

Horário: 19h (de Brasília);

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza;

Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo;

Público: 19.546 (16.916 pagantes);

Renda: R$ 723.270,00;

Cartões amarelos: Antônio Carlos (PAL), Thiago Santos (PAL), Daniel Guedes (SAN), Alison (SAN);

Gols: Willian (12′ 1ºT);

SANTOS FC: Vanderlei, Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz, Dodô, Alison, Renato (Vitor Bueno), Diogo Vitor (Rodrygo), Eduardo Sasha, Arthur Gomes (Jean Mota), Gabriel. Técnico: Jair Ventura.

Palmeiras: Jailson, Marcos Rocha (Tchê Tchê), Antônio Carlos, Thiago Martins, Victor Luis, Felipe Melo (Thiago Santos), Bruno Henrique (Moisés), Lucas Lima, Keno, Willian, Dudu. Técnico: Roger Machado.

Texto: Bruno Secco