Nesta sexta comemoramos 60 anos do Troféu Teresa Herrera e da primeira excursão do Santos à Europa

Nesta sexta comemoramos 60 anos do Troféu Teresa Herrera e da primeira excursão do Santos à Europa

Por Odir Cunha, do Centro de Memória

Nesta sexta-feira, 5 de julho, às 16h30, no Memorial das Conquistas da Vila Belmiro, o Santos Futebol Clube homenageará Pepe, Dorval, Lalá e Pelé, campeões do Troféu Teresa Herrera de 1959. A façanha completou 60 anos no dia 21 de junho e foi o ponto alto da primeira excursão do Alvinegro Praiano à Europa, em 1959.

Além de ver de perto e conversar com esses eternos heróis santistas, o visitante saberá detalhes dessa excursão pioneira e, se ainda não conhece, poderá visitar o famoso Memorial das Conquistas da Vila Belmiro, o mais completo museu de futebol dos clubes brasileiros.

Uma excursão marcante

Alguns clubes brasileiros já tinham viajado para a Europa antes, a começar pelo Paulistano, em 1925. Mas a excursão do Santos em 1959 deixou uma marca histórica impagável. Recebido como uma sensação do futebol, com o astro Pelé, o líder Zito – ambos titulares do Brasil um ano antes, na conquista da Copa da Suécia –, a equipe ainda tinha craques como Pepe, Coutinho, Pagão, Dorval, Jair Rosa Pinto, Formiga…

Enfim, o Santos era uma autêntica constelação, e mesmo jogando, às vezes, um dia após o outro, conseguiu uma performance espetacular na jornada que começou dia 23 de maio, em Sofia, na Bulgária, e terminou 5 de julho, em Sevilha, Espanha.

Em 43 dias o time jogou 22 partidas em nove países, média de uma partida a cada dois dias, enfrentando campeões nacionais e times de elevada categoria, como Barcelona, Internazionale, Real Madrid, Botafogo. E mesmo pulando de aeroporto em aeroporto, hotel em hotel, sem escolher adversário, data ou local, sem tempo para treinar, ou “treinando no avião”, como se dizia, venceu 13 jogos, empatou cinco e perdeu apenas quatro, ou seja, conseguiu 59% de vitórias e apenas 18% de derrotas.

Entre os resultados de maior relevância, goleou a Internazionale de Milão por 7 a 1; o Barcelona, em pleno Camp Nou, por 5 a 1, e o Botafogo de Garrincha, Nilton Santos, Didi e Zagallo por 4 a 1, em 21 de junho, justamente na decisão do Troféu Teresa Herrera, assistida por 45 mil torcedores que superlotaram o Estádio Riazor, em La Coruña, e aplaudiram de pé os 15 minutos finais da partida. 

Para se ter uma ideia do retrospecto de grandes times brasileiros em outras excursões pela Europa, é oportuno lembrar que em 1956 o Vasco, campeão carioca daquele ano, fez 20 jogos, distribuídos por 12 países, e obteve nove vitórias, nove derrotas e dois empates, com 38 gols a favor e 43 contra. Em 1961 o Grêmio realizou 24 jogos na França, Alemanha, Romênia, Bulgária e Polônia, obtendo 12 vitórias, quatro empates e oito derrotas.

Excursão Europeia do Santos, em 1959

Jogos

23 de maio
Empate de 3 a 3 com a Seleção B da Bulgária
Estádio Levsky Sofia, em Sofia
Público: 50 mil pessoas
Santos: Laércio, Pavão e Mourão; Getúlio, Álvaro e Fioti; Dorval, Afonsinho (Pagão), Coutinho (Alfredinho), Pelé e Pepe.
Gols do Santos: Pelé (2) e Pepe.

25 de maio
Vitória de 2 a 0 sobre a Seleção A da Bulgária
Estádio Levsky Sofia, em Sofia
Público: 50 mil pessoas
Gols do Santos: Pelé e Pagão

26 de maio
Vitória de 1 a 0 sobre o Royal Standard Liége, da Bélgica
(campeão belga na temporadas 1957/58)
Estádio Maurice Dufrasne, em Liége
Público: 25 mil pessoas
Gol do Santos: Pepe

27 de maio
Vitória de 4 a 2 sobre o Anderlecht, da Bélgica
(campeão belga na temporada 1958/59)
Estádio Heysel, em Bruxelas
Público: 28 mil pessoas
Gols do Santos: Pelé (2), Coutinho e Pepe

30 de maio
Derrota de 2 a 1 para o La Gantoise, da Bélgica
Estádio Jules Otten, em Gand, Bélgica
Público: 25 mil pessoas
Gol do Santos: Pepe

3 de junho
Vitória de 3 a 0 sobre o Feyernoord, da Holanda
(campeão holandês na temporada 1960/61)
Estádio Oosterpark, em Groningen, Holanda
Público: 20 mil pessoas
Gols do Santos: Coutinho, Pagão e Pelé

5 de junho
Derrota de 3 a 2 para a Internazionale, da Itália
(terceira colocada no Campeonato Italiano de 1958/59)
Estádio San Siro, Milão
Público: 50 mil pessoas
Gols do Santos: Pelé (2)

6 de junho
Vitória de 6 a 4 sobre o Fortuna Dusseldorf, da Alemanha Ocidental
(vice-campeão da Copa da Alemanha em 1958)
Rheinstadium, Dusseldorf
Público: 25 mil pessoas
Gols do Santos: Pepe (3), Afonsinho (2) e Pelé

7 de junho
Empate de 3 a 3 com o Nuremberg, da Alemanha
(time que cedeu cinco jogadores para a Alemanha campeã da Copa de 1954)
Paroesportivo Zabo, em Nuremberg
Público: 35 mil pessoas
Gols do Santos: Dorval, Afonsinho e Pepe

9 de junho
Vitória de 4 a 1 sobre o Servette, da Suíça
(campeão suíço na temporada 1960/61)
Le Stade des Charmilles, Genebra
Público: 20 mil pessoas
Gols do Santos: Pepe (2), Pelé e Mafiolo (contra)

11 de junho
Vitória de 6 a 0 sobre um combinado das equipes alemãs Altonaer, Bergedorf e Concórdia
Millerntor, Hamburgo
Público: 20 mil pessoas
Gols do Santos: Coutinho (3), Dorval (2) e Pelé

13 de junho
Vitória de 7 a 1 sobre a Seleção de Niedersachsen, Alemanha
Niedersachsen Stadion, Hannover
Público: 25 mil pessoas
Gols do Santos: Pelé (3), Álvaro (2), Pepe e Alfredinho

15 de junho
Vitória de 5 a 0 sobre o Enshede, da Holanda
Diekman Stadion, Enshede
Público: 23 mil pessoas
Gols do Santos: Pelé (3), Coutinho e Dorval

17 de junho
Derrota de 5 a 3 para o Real Madrid, da Espanha
(vice-campeão espanhol em 1958/59        e em 1959/60)
Estádio Santiago Bernabeu, Madrid
Público: 70 mil pessoas
Gols do Santos: Pelé, Coutinho e Pepe

19 de junho
Empate em 2 a 2 com o Sporting, de Portugal
(campeão nacional em 1957/58, o Sporting era o time com mais títulos portugueses, superando Benfica e Porto)
Estádio José Alvalade, Lisboa
Público: 35 mil pessoas
Gols do Santos: Pelé e Osvaldinho (contra)

21 de junho
Vitória de 4 a 1 sobre o Botafogo/RJ, na Espanha
Triunfo valeu pelo Troféu Teresa Herrera
Estádio Riazov, La Coruña
Público: 40 mil pessoas
Gols do Santos: Pepe (2), Pelé e Coutinho

24 de junho
Empate com o Valencia em 4 a 4, na Espanha
(quarta colocada do Campeonato Espanhol de 1958/59)
Nestala, Valência
Público: 40 mil pessoas
Gols do Santos: Pelé, Coutinho, Dorval e Pepe

26 de junho
Vitória sobre a Internazionale por 7 a 1, na Espanha
Resultado valeu pelo título do Torneio de Valencia (Troféu Naranja)
Nestala, Valência
Público: 40 mil pessoas
Gols do Santos: Pelé (4), Pepe (2) e Coutinho

29 de junho
Vitória sobre o Barcelona por 5 a 1, na Espanha
(bicampeão espanhol em 1958/59, 1959/60)
Estádio Camp Nou, Barcelona
Público: 40 mil pessoas
Gols do Santos: Pelé (2), Dorval (2) e Coutinho

30 de junho
Vitória por 4 a 2 sobre o Genoa, na Itália
(time nove vezes campeão italiano)
Luigi Ferraris, Gênova
Público: 20 mil pessoas
Gols do Santos: Pepe (2), Coutinho e Pagão

2 de julho
Derrota por 3 a 0 para o Viena, na Áustria
(campeã austríaca em 1960/61)
Estádio Nacional de Viena, Viena
Público: 40 mil pessoas

5 de julho
Empate de 2 a 2 com o Betis, na Espanha
Estádio Heliópolis, Sevilha
Público: 40 mil pessoas
Gols do Santos: Pelé e Pepe