Memória: Santos FC conquistava o tricampeonato da Libertadores da América

Memória: Santos FC conquistava o tricampeonato da Libertadores da América

No dia 22 de junho de 2011, perante um público de 40.157 espectadores presentes no Estádio do Pacaembu, o Santos FC vencia pela terceira vez a Taça Libertadores da América, ao derrotar a equipe uruguaia do Peñarol pelo placar de 2 a 1 com gols de Neymar e Danilo. O Peixe entrou em campo com Rafael, Danilo, Edu Dracena, Durval, Léo (Alex Sandro), Adriano, Arouca, Elano, Ganso (Pará), Neymar e Zé Eduardo. O técnico era Muricy Ramalho.

Para atingir tal conquistar o time da Vila Belmiro disputou no torneio 14 partidas tendo vencido 07 empatado 06 e perdido uma partida marcando 20 e sofrendo 13 gols. Os artilheiros foram: Neymar (6), Danilo (4), Elano (3), e com um gol cada marcaram: Maikon Leite, Jonathan, Ganso, Alan Patrick, Zé Eduardo e Edu Dracena e marcou contra a favor do Santos, Barreto.

Curiosidade

Desde a primeira vez em que participou da Taça Libertadores da América, no ano de 1962 em La Paz, na Bolívia, sendo dirigido nesse jogo por Chico Formiga e vencendo o Deportivo Municipal por 4 a 3, o time santista já disputou ao todo na Libertadores 128 partidas, vencendo 71 empatado 26 e perdido 31 partidas marcando 251 e sofrendo 146 gols. Os maiores artilheiros são: Pelé (16) seguido por Robinho e Neymar ambos com 14 gols.

Guilherme Guarche – Coordenador do Centro de Memória