Memória: Neymar marcava um dos gols mais bonitos da história da Vila Belmiro

Memória: Neymar marcava um dos gols mais bonitos da história da Vila Belmiro

No dia 27 de julho de 2011, o garoto Neymar, a “joia santista”, marcava um dos gols mais bonito que o estádio Urbano Caldeira tem em seus registros. O garoto marcou, aos 26′ do primeiro tempo, o gol que lhe rendeu o Troféu Puskas de o mais bonito do ano de 2011.

Naquela noite estavam presentes no estádio santista 12.968 felizes espectadores, que foram brindados com o golaço na derrota santista pelo placar de 5 a 4 diante do Flamengo, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro. O Peixe formou com Rafael, Pará, Durval, Edu Dracena, Léo, Arouca, Ibson, Elano (Alan Kardec), PH Ganso, Neymar e Borges. O técnico era Muricy Ramalho.
Os outros tentos santistas na derrota santista foram marcados por: Borges (2) e novamente Neymar que marcou mais um na etapa complementar.

Neymar ganhou o troféu concorrendo com Messi e Rooney. Essa foi a segunda vez em que ele foi indicado ao prêmio. No ano anterior, o gol que marcou diante do Santo André, no Campeonato Paulista, ficou entre os 10 gols mais bonitos. No ano de 2012, ele também foi indicado ao Prêmio Puskas, devido ao gol que marcou na vitória de 3 a 1 para o Santos diante do Internacional na Vila Belmiro. Todas as essas indicações foram no período em que ele defendia as cores do Alvinegro. Depois que deixou a Vila Belmiro, no ano de 2013, o craque também foi indicado nesse ano, para o prêmio pelo lindo gol que fez na partida do Selecionado Brasileiro, contra a Seleção do Japão.

Guilherme Guarche – Coordenador do Centro de Memória