Luan Peres elogia jovens do Santos FC e projeta maratona de jogos: “Momento de superação”

Luan Peres elogia jovens do Santos FC e projeta maratona de jogos: “Momento de superação”

O Santos FC inicia no próximo domingo (20), contra o Botafogo, no Rio de Janeiro, uma maratona de partidas longe de casa. Serão cinco dos próximos seis jogos atuando como visitante, sendo dois fora do Brasil, em partidas válidas pela Conmebol Libertadores. O Peixe irá enfrentar, além do time carioca, Delfín (24/09), no Equador, Olimpia (01/10), no Paraguai, Goiás (04/10), em Goiânia, e Corinthians (07/10), em São Paulo. O único jogo na Vila Belmiro nesta sequência será ante o Fortaleza, dia 27 de setembro.

 

“A maratona de partidas está acontecendo há algum tempo, mas agora teremos muitos jogos fora de casa. É jogo atrás de jogo, pouco tempo para recuperar, jogadores com dores… é um momento de superação. A molecada que está entrando no time está dando conta no recado e a gente espera iniciar essa sequência de partidas com um grande jogo contra o Botafogo, no domingo”, afirmou o zagueiro Luan Peres.

 

A partida contra o Botafogo será válida pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em 10 jogos disputados, o Peixe soma 15 pontos – quatro vitórias e três empates – e aparece na sétima colocação, enquanto o adversário carioca entrou em campo nove vezes e atingiu nove pontos – um triunfo e seis empates -, que o colocam no 17º lugar.

 

“Será mais um jogo difícil. O Botafogo tem um técnico que a gente já conhece, que é o Paulo Autuori, mas dessa vez estará contra nós e esperamos fazer uma ótima partida. Precisamos esquecer um pouco a Libertadores para voltarmos nossa atenção ao Campeonato Brasileiro e continuarmos somando pontos”, falou o defensor santista.

 

Atualmente, o Santos FC ostenta uma série de cinco partidas sem derrotas na temporada. Foram duas vitórias, contra Ceará e Atlético-MG, e três empates (Vasco da Gama, São Paulo e Olimpia-PAR). “É uma sequência de jogos sem derrotas e isso nos dá confiança, mas a gente não vai se acomodar, pelo contrário, queremos cada vez mais para que esse número possa crescer. Será um jogo difícil, mas nós somos o Santos, um time de tradição, de muita camisa, e precisamos entrar sempre em busca da vitória e é o que vamos fazer”, concluiu.