Invicto contra rival, Jean Mota quer Santos FC com mesma postura das quartas

Invicto contra rival, Jean Mota quer Santos FC com mesma postura das quartas

Santos FC e Corinthians demonstraram muito equilíbrio nas duas vezes que se enfrentaram neste início de ano. O primeiro embate, em um amistoso na pré-temporada, terminou empatado em 1 a 1. O segundo duelo, válido pela décima rodada, ficou no 0 a 0. Agora, para a terceira partida entre os rivais na Arena Corinthians, o elenco santista quer repetir seu desempenho das quartas de final para avançar à final do Paulistão.

“É um jogo diferente, é um clássico. Viemos de duas partidas difíceis contra o Red Bull, time que teve melhor campanha. Nossa concentração e volume de jogo têm que ser os mesmos. Temos que entrar muito concentrados, vale vaga na final. E, por se tratar de um clássico, será um duelo muito mais complicado”, disse Jean Mota, que revela já estudar o adversário.

“Eles têm uma filosofia de jogo que já conhecemos, assim como eles conhecem a nossa. Tivemos dois jogos para nos analisar. Eles viram o que fizemos no campeonato. Será um jogo muito difícil. Vamos ver quem o professor Sampaoli vai utilizar, ele tem jogadores à disposição. Ainda não sabemos qual será a tática que usaremos, mas tenho certeza que, assim como o Victor Ferraz disse em uma coletiva esses dias, vamos ver a melhor versão do Santos FC. Quem tiver bem e preparado vai entrar e dar conta do recado”, ressaltou.

Dos 131 jogos que Jean Mota tem pelo Peixe, 19 são atuações em clássicos. Contra Corinthians, Palmeiras e São Paulo, o meia soma dez vitórias, oito empates e apenas três derrotas. Contra o adversário dessa semifinal, Jean nunca saiu de campo derrotado, somando uma vitória e quatro empates.

Apesar do desempenho positivo em clássicos, o artilheiro do Campeonato Paulista com sete gols (ao lado de Rafael Costa, do Botafogo) ainda não marcou nos rivais. Focado na briga pelo título, Jean Mota prefere abrir mão da disputa pela artilharia para colocar seu nome na história santista com a conquista do Estadual.

“Conseguir a classificação é mais importante do que eu balançar as redes. Quero cumprir minha função e ajudar a equipe. Seja com gols ou assistências. Claro que a gente quer fazer o gol, mas se eu der uma assistência ficarei feliz tanto quanto. O mais importante é passar pra final e, se Deus quiser, ser campeão”

O primeiro desafio da semifinal será realizado às 16 horas deste domingo (29), na Arena Corinthians.

Foto: Ivan Storti/SantosFC