Ídolo no Peixe e com passagem pelo Bahia, Robert fala sobre jogo comemorativo

Ídolo no Peixe e com passagem pelo Bahia, Robert fala sobre jogo comemorativo

(foto: Dennis Calçada/Santos FC)

O Santos FC é o convidado especial da comemoração de 85 anos de existência do Esporte Clube Bahia. O Peixe encara o aniversariante neste sábado (23), às 19h30 (Horário de Brasília), na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA). Um dos grandes ídolos da história do Peixe, o meia Robert atuou nos dois clubes. Foram duas passagens no Alvinegro Praiano (95-97 e 2000-2002) e uma vez no clube baiano (2004).

Famoso por suas brilhantes assistências e jogadas de bolas paradas, Robert fala da honra em vestir o manto alvinegro, e, também, sobre o respeito pelo tricolor da Bahia.

“Para mim foi uma honra muito grande ter jogado no Santos, eu tive duas passagens, e também tive a honra de jogar uma temporada no Bahia. Sou baiano, cheguei novinho no Rio de Janeiro.Eu passava minhas férias na Bahia, ia visitar minha vó, em Vitória da Conquista.Um dia fui à Salvador para jogar contra o Bahia, pelo Santos. Foi uma experiência muito bacana. Joguei no Bahia em 2004, na Segunda Divisão, algo que foi muito importante para mim também. Fui muito querido pela torcida, tenho uma pequena história no Bahia. No Santos eu tenho uma excelente história.”, diz o ex-meia do Peixe.

Robert acha válido, e muito bom para as duas equipes, o jogo de confraternização disputado na Arena Fonte Nova.

“Acho esse amistoso muito importante para as duas equipes. O Bahia querendo medir forças. O Peixe movimentando os atletas, vendo o que está funcionando, o que não está. É uma data histórica para o Bahia e o Santos é um excelente convidado, um time conhecido lá fora e com jogadores de alto nível.”, finaliza Robert