Hoje o ídolo Renato faz 40 anos

Hoje o ídolo Renato faz 40 anos

Por Gabriel Santana, do Centro de Memória

Em 15 de maio de 1979, uma terça-feira, nascia na pequena cidade de Santa Mercedes, interior de São Paulo, um dos principais atletas santistas deste século: Renato Dirnei Florêncio Santos, ou simplesmente Renato, ou ainda apenas Renatinho.

Contratado junto ao Guarani, Renato estreou no Santos no ano de 2000, em partida amistosa com o São Bento.

Aos poucos foi ganhando espaço entre os titulares e no ano seguinte já terminou a temporada como o atleta que mais atuou pelo Alvinegro, com 54 partidas realizadas.

Em 2002 ele se firmou entre as lideranças técnicas do elenco e foi crucial para a conquista do Campeonato Brasileiro. Mesmo volante, posição propícia a choques e jogadas mais bruscas, participou de todas as 31 partidas da competição e não levou sequer um cartão amarelo.

O camisa 8 destacava-se, principalmente, pela tranquilidade. Além da facilidade de desarmar o adversário, tinha um toque apurado para armar as jogadas.

Antes de se despedir do Peixe para atuar pelo Sevilla, da Espanha, Renato participou de alguns jogos da também campanha vitoriosa do Brasileiro de 2004.

Retorno à Vila Belmiro

Exatamente 10 anos depois, em 2014, após três anos no Botafogo do Rio, Renato acertou sua segunda passagem pelo Santos, o que sacramentou de vez seu nome na história santista.

Mostrando invejável forma física e contrariando seus 37 anos de idade, foi o único atleta do elenco a atuar nas 38 rodadas do Campeonato Brasileiro de 2016.

Conquistou o bicampeonato Paulista em 2015-2016 e se tornou o jogador com mais idade a marcar um gol pelo Santos em jogos do Campeonato Brasileiro: fez o quarto da goleada de 5 a 2 sobre o Vitória, na Vila Belmiro, em 3 de junho de 2018.

Um gol contra o Santos

Quando jogava pelo Guarani, seu primeiro time profissional, Renato disputou duas partidas diante do Santos: uma no Estádio Urbano Caldeira, outra no Brinco de Ouro. Na partida realizada na Vila Belmiro, em 30 de abril de 2000, pelo Campeonato Paulista, o time santista venceu por 2 a 1 e o gol de honra do time de Campinas foi marcado por Renato.

Cidade pequena messsmo

Quando se fala que Renato nasceu em uma cidade pequena, não é apenas força de expressão. Santa Mercedes, situada na região seca e quente de Presidente Prudente, tem uma população estimada de apenas 2.945 pessoas.

Idolatria

Com 424 jogos, 33 gols e quatro títulos conquistados, Renato sempre será lembrando com grande carinho pelo torcedor santista.