Gabriel mantém hegemonia santista no Brasileiro

Gabriel mantém hegemonia santista no Brasileiro

Por: Odir Cunha

Com a artilharia do Campeonato Brasileiro de 2018, o atacante Gabriel Barbosa Almeida, o nosso Gabigol, nascido em São Bernardo do Campo em 30 de agosto de 1996, tornou-se o décimo-terceiro artilheiro santista na história da competição, iniciada em 1959 com a primeira Taça Brasil.

O Santos lidera com folga a lista de artilheiros do maior campeonato nacional. Desde 1961, quando Pelé foi o artilheiro com sete gols, o Santos só não fez o maior goleador do Brasileiro na década de 70.

A seguir, a lista completa dos artilheiros santistas: 

1961 – Pelé, 7 gols.
1962 – Coutinho, 7 gols.
1964 – Pelé, 7 gols.
1966 – Toninho Guerreiro, 10 gols.
1968 – Toninho Guerreiro, 18 gols.
1983 – Serginho Chulapa, 22 gols.
1991 – Paulinho McLaren – 15 gols
1993 – Guga, 14 gols.
1998 – Viola, 21 gols.
2008 – Kléber Pereira, 21 gols.
2011 – Borges – 23 gols
2015 – Ricardo Oliveira, 20 gols.
2018 – Gabriel, 18 gols.

Mesmo com apenas 22 anos, Gabriel Barbosa não é o mais jovem desta lista de goleadores. Coutinho tinha apenas 19 anos em 1962 e Pelé tinha 21 anos em 1961.

Os três artilheiros santistas que mais marcaram em uma edição do Brasileiro foram Borges, com 23 gols em 2011; Serginho Chulapa, com 22 em 1983, e Kléber Pereira, com 21 em 2008.