Escolas Meninos da Vila abrem as portas para crianças refugiadas

Escolas Meninos da Vila abrem as portas para crianças refugiadas

A Rede de Escolas ‘Meninos da Vila’ abriu suas portas, nesta quinta-feira (13), para crianças refugiadas atendidas pela ACNUR, a Agência da ONU para Refugiados. Oito jovens sírios e congoleses foram matriculados na Unidade de Vila Talarico, localizada na cidade de São Paulo (SP). Veja aqui as fotos do dia tão especial.

“A inclusão das crianças é muito importante. Esta parceria é fruto de vínculo firmado entre o Santos FC e a ONU. Todas as unidades ‘Meninos da Vila’ do Brasil terão vagas disponíveis para atender crianças refugiadas, com uma média de cinco vagas para cada unidade”, declarou o Presidente José Carlos Peres.

“Quando meus filhos entraram em campo com o Santos FC, meu pai me ligou lá do Congo e falou: não acredito que os meus netos entraram em campo com o time do Rei Pelé. E hoje temos a oportunidade de estarmos juntos novamente neste dia que, sem dúvidas, foi inesquecível para as crianças”, declarou Prudence Kalambay, mãe de uma garotinha refugiada da República Democrática do Congo.

Esta iniciativa faz parte do termo de cooperação firmado entre o Peixe e a entidade, que prevê apoio da ACNUR para a capacitação dos profissionais do Clube e a indicação de pessoas refugiadas para atividades de inclusão social, como o acesso de crianças refugiadas às escolas de futebol oficial do Santos FC em todo o Brasil, assim como a promoção do tema do refúgio em campanhas conjuntas de comunicação.

Sobre a ACNUR

Criado em 1950 por resolução da Assembleia Geral da ONU, a ACNUR protege e assegura os direitos de refugiados e populações apátridas em todo o mundo. Por seu trabalho humanitário, recebeu duas vezes o Prêmio Nobel da Paz (1954 e 1981). Atualmente, a agência conta com quase 12 mil funcionários e está presente em cerca de 130 países. No Brasil, o ACNUR atua em cooperação com o Comitê Nacional para os Refugiados (CONARE) e em coordenação com os governos federal, estaduais e municipais, a sociedade civil e o setor privado.

Informações para a imprensa ACNUR: brabrpi@unhcr.org / (11) 3107-5324 ou (61) 3044-

(Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)