Comunicado Oficial

Comunicado Oficial

O Santos Futebol Clube tem duas importantes notícias para a sua torcida neste sábado, 17 de julho de 2021. Dois assuntos totalmente relacionados e que demoraram um pouco a mais para serem divulgados, por se tratarem de uma “operação casada” e o Clube teve cautela até que tudo estivesse formalizado.

A primeira é que o Clube fez um acordo com a Doyen, o problema financeiro mais crítico do Santos FC na última década. Contraída em dezembro de 2013, para a chegada de Leandro Damião, a dívida passou os últimos sete anos e meio trazendo dor de cabeça aos santistas e enorme prejuízo financeiro ao Clube.

A última parcela – de 5 milhões de euros – deveria ter sido paga em setembro de 2019, mas o não cumprimento pelo Clube reabriu uma discussão judicial. Dos 15 milhões de euros pleiteados pela empresa na Justiça, tivemos uma redução de cerca de 45% desse valor a ser quitado. Pelo acordo, o Santos fará o pagamento até dezembro de 2023, ou seja, durante a atual gestão.

Desde janeiro, o Santos FC vinha sofrendo bloqueios diários em suas contas devido à dívida com a Doyen. Durante algumas semanas de fevereiro e março, não entrou um só real no Clube, até que foi obtida uma liminar liberando 15% e, posteriormente, 85% das receitas ordinárias, mas mantendo as receitas extraordinárias, como venda de atletas, totalmente bloqueadas. Com isso, o Santos FC sofreu, a cada mês, para honrar a folha salarial e os demais pagamentos no Clube.

“Como se sabe, as receitas ordinárias do Clube ainda não estão à altura das despesas. E ainda temos uma série de dívidas a serem pagas. Dos dez grandes problemas financeiros, nove estão com acordos fechados agora. Vamos honrar esses pagamentos para garantir a reorganização financeira de nossa instituição”, afirmou o presidente do Santos FC, Andres Rueda.

 

A outra notícia do dia é que esse acordo só foi alcançado usando parte do dinheiro da venda do zagueiro Luan Peres para o Olympique de Marseille, da França. Para que o Santos FC aceitasse vender o atleta, o Club Brugge abriu mão de uma porcentagem da venda e o empresário de Luan também não receberá o restante da comissão devida pela contratação do jogador ao Santos FC, em janeiro de 2021. Além disso, vale ressaltar que o valor da venda é superior ao realizado no início deste ano.

 

“Sabíamos que 2021 seria um ano que doeria na carne do santista. É muito doloroso anunciar que perderemos Luan, o zagueiro que foi a primeira contratação da nossa gestão. Confiamos muito em seu futebol, mas, infelizmente, neste momento, foi a solução encontrada. Mesmo com todas as dificuldades, estamos conseguindo honrar os compromissos de curto prazo, como salários, direitos de imagem, todos em dia, além de impostos e acordos diversos”, completou Rueda.

Ao todo, foram exatos 90 jogos pelo Santos FC, sendo 87 como titular. Obrigado pela sua entrega dentro de campo e boa sorte em sua nova empreitada no futebol, Luan Peres.