Com show da torcida, Santos FC vence Estudiantes (ARG) e encaminha vaga na Libertadores

Com show da torcida, Santos FC vence Estudiantes (ARG) e encaminha vaga na Libertadores

A torcida santista compareceu em peso na Vila Belmiro, na noite desta terça-feira (24), para apoiar o Santos FC contra o Estudiantes (ARG), em partida considerada como chave da fase de grupos. E o Peixe, dentro de campo, mostrou que o corredor de fogo, os cantos e o apoio incondicional ao longo dos 90 minutos foram fundamentais na busca pelo resultado positivo. Em jogo marcado por amplo domínio alvinegro, os comandados de Jair Ventura novamente bateram os argentinos – desta vez por 2 a 0 – e encaminharam a classificação para o mata-mata da Conmebol Libertadores.

Os gols do Peixe foram marcados por Gabriel, que aproveitou belíssimo lançamento de Copete no campo de defesa, invadiu a área e tocou no canto direito de Andujar; e Lucas Veríssimo, de cabeça, após lindo cruzamento de Jean Mota pela esquerda. Com a vitória, o Santos FC não apenas segue na liderança do Grupo 6 como também encaminha sua classificação para o mata-mata da Libertadores, com 9 pontos. Seu próximo confronto pela competição continental será justamente contra o Nacional (URU), lanterna do grupo, em Montevidéu, no dia 1º de maio.

O jogo – O Santos FC começou a partida impondo forte ritmo. Impulsionado pela torcida que gritava alto nas arquibancadas da Vila Belmiro, o alvinegro praiano teve sua primeira grande chance ainda no primeiro minuto: Rodrygo realizou boa jogada pela esquerda, cortou para o meio e tocou para Copete, que soltou a bomba no travessão de Andujar. Aos 16 minutos, Rodrygo avançou pela esquerda e cruzou para Gabriel, que de primeira emendou rente à trave do goleiro argentino.

A tônica da primeira etapa consistiu no Santos FC tentando buscar brechas na defesa adversária para armar seu ataque, e o Estudiantes esperando uma falha alvinegra para tentar emendar o contra-golpe. A estratégia alvinegra acabou se sobressaindo à dos argentinos: após diversas tentativas de penetrar a retaguarda alvirrubra, faltando dois minutos para 45, Copete, do campo de defesa, achou Gabriel livre de marcação e descolou lindo lançamento. O atacante do Peixe carregou e, cara a cara com Andujar, deslocou o goleiro e abriu o placar para a equipe da Vila.

As estratégias seguiram as mesmas no começo da segunda etapa e o Peixe novamente levou vantagem sobre o Estudiantes, dessa vez pelo alto: aos quatro minutos, Jean Mota cobrou falta pela esquerda e, como se tivesse lançado com as mãos, a colocou na cabeça de Lucas Veríssimo, que mandou forte para o fundo das redes argentinas e ampliou para o Santos FC. O Estudiantes ameaçou crescer após o tento sofrido, mas a festa da inflamada torcida santista nas arquibancadas freou o ímpeto argentino.

O Peixe retomou o controle do jogo e aos 19 minutos quase teve anotado seu terceiro tento com Gabriel, que arriscou bom chute de fora da área e assustou o goleiro Andujar. Dez minutos depois, o Santos FC novamente ofereceu perigo ao goleiro adversário, dessa vez com boa trama de Daniel Guedes e Rodrygo: o lateral-esquerdo cruzou rasteiro para o Raio, que dominou e chutou rente à trave do arqueiro argentino.

Faltando dez minutos para o término do jogo, a equipe de La Plata conseguiu sua principal chance com Sanchez: o lateral argentino recebeu sobra da cobrança de falta e obrigou Vanderlei a fazer grande defesa. Poucos minutos depois, Braña arriscou de fora da área, mas a bola passou longe da meta defendida pelo goleiro santista. Com a retaguarda alvinegra novamente bem postada, o Estudiantes tentou, mas não conseguiu mais oferecer perigo ao Peixe nos minutos seguintes do jogo.

(Fotos: Ivan Storti/Santos FC)

FICHA TÉCNICA

SANTOS 2 x 0 Estudiantes (ARG)

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP);

Data: terça-feira, 24 de abril de 2017;

Horário: 21h30 (de Brasília);

Público: 10.969;

Renda: R$ 409.460,00;

Árbitro: Eber Aquino (PAR);

Assistentes: Dario Gaona e Rodney Aquino (PAR);

Cartões Amarelos: Campi (EST), Braña (EST), Manga Escobar (EST), Dubarbier (EST), Lattanzio (EST), Alison (SAN);

Cartão Vermelho: Manga Escobar (EST);

Gols: Gabriel (43′ 1ºT), Lucas Veríssimo (4′ 2ºT);

SANTOS FC: Vanderlei, Daniel Guedes, David Braz, Lucas Veríssimo, Dodô, Alison, Léo Cittadini (Renato), Jean Mota, Rodrygo (Vitor Bueno), Copete (Arthur Gomes), Gabriel. Técnico: Jair Ventura.

Estudiantes (ARG): Andujar, Sanchez, Schunke, Desabato, Campi, Rodriguez (Manga Escobar), Braña, Gomez (Gastón Giménez), Dubarbier (Lattanzio), Otero, Melano. Técnico: Lucas Bernardi.

Texto: Bruno Secco