Com presença de ídolos, Santos FC comemora Paulista de 1978 no Memorial das Conquistas

Com presença de ídolos, Santos FC comemora Paulista de 1978 no Memorial das Conquistas

O Santos Futebol Clube comemorou e homenageou, nesta sexta-feira (28), os símbolos da primeira geração de “Meninos da Vila” e responsáveis por um dos títulos mais representativos da história alvinegra: o Campeonato Paulista do ano de 1978. Estiveram presentes os ex-jogadores Juary, Clodoaldo, João Paulo, Toninho Vieira, Pita, Célio, Gilberto Sorriso, Joãozinho, Fernando, Neto, Nelson Borges e Zé Carlos, além do ex-presidente Rubens Quintas Ovalle, do ex-diretor de futebol Rubens Marino, o ex-preparador de goleiros Lalá e o ex-preparador físico Celso Diniz. Confira aqui as fotos do evento.

Responsável pela promoção do evento e mestre da cerimônia, Odir Cunha comentou sobre o simbolismo desta conquista do Paulistão de 1978. “Estes homens construíram a história e nós temos a obrigação de fazer com que ela não morra. Hoje foi um dia muito feliz, afinal, reunimos ídolos, o presidente, o diretor de futebol, foi um grande evento. Algumas pessoas podem pensar que este foi apenas mais um título, mas na verdade este Paulista veio em uma época muito delicada na história do Santos. Os adversários estavam em fase melhor. Tínhamos que mostrar que éramos grandes, mesmo sem dinheiro e sem Pelé. O presidente Rubens Quintas Ovalle confiou nos jovens, o saudoso técnico Chico Formiga confiou nos seus Meninos, e este título veio como encantado pelos Deuses do futebol. Tivemos sorte, mas também paixão e alegria. (O título) resgatou o orgulho do santista. Muitos passaram a torcer para o Santos por conta desse título”, comentou o historiador e especialista na história alvinegra.

“Até hoje, depois de 40 anos, a amizade é a mesma. O carinho é o mesmo, o respeito é o mesmo. Ficamos muito felizes com este evento. Bom demais ver Seo Rubens (Quintas Ovalle), o Rubens (Marino), Clodoaldo, Joãozinho, Gilberto, que eu não via há muito tempo. Este título foi muito importante para nós e especialmente para o Clube. Representou uma transformação. O nosso torcedor andava meio triste naquela época, e após o título recuperou a confiança. Tenho um amor muito grande pela instituição Santos Futebol Clube e é uma grande alegria ter participado desse grupo”, declarou o ídolo Juary, autoridade quando o assunto é a primeira geração de Meninos da Vila e o Campeonato Paulista de 1978.

Juary e Rubens Quintas Ovalle: fundamentais nesta conquista do Peixe

O ídolo Clodoaldo, que na conquista do Paulistão de 78 estava prestes a concluir sua vitoriosa passagem pelo alvinegro praiano, agradeceu a gestão do Santos Futebol Clube pela realização do evento e pela preservação da memória do Peixe. “Agradeço toda a direção do Santos por lembrar novamente dos seus ídolos do passado, dos ídolos que fizeram história aqui no Clube. É muito importante. Agradeço também estes Meninos que fizeram história na conquista deste título. Depois da saída do Pelé, muitos saíram do Clube. Eu permaneci, sempre acreditei no Clube. Fomos liderados por Chico Formiga e Rubens Quintas, que fez um grande trabalho de renovação. Agradeço muito por esta homenagem com personagens presentes, em vida”, disse Corró.

O ex-presidente Rubens Quinta Ovalle, comandante da reestruturação pela qual passou o Peixe após a Era Pelé, também agradeceu a lembrança. “Quero agradecer a diretoria do Santos por esta homenagem. O valor de minha administração deve-se a essa rapaziada, que hoje reencontrei aqui depois de 40 anos. O meu muito obrigado a todos os envolvidos por esta grande homenagem”.

A diagramação do quadro “Futebol Cards Ping Pong”, inaugurado no Memorial das Conquistas juntamente com os ídolos presentes, foi confeccionado pela Framed Art, em parceria com o Santos FC. Já os drinks do evento, que atraiu em torno de 180 santistas do começo ao final, foram fornecidos por Sale e Pepe, também em parceria com o Peixe.

(Fotos: Pedro Ernesto Guerra Azevedo)