Categorias de base participam de ação em prol do meio ambiente

Categorias de base participam de ação em prol do meio ambiente

Os atletas das categorias Sub-11 e Sub-13 do Santos FC estiveram na manhã de sábado (15), na praia de Santos, participando do Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias – Clean Up Day”, promovido pelo Instituto Mar Azul e pela Secretaria de Meio Ambiente, da Prefeitura Municipal de Santos. Os jogadores da base santista se uniram a mais de 200 pessoas, que se dividiram coletando o lixo encontrado na areia desde a Praça das Bandeiras até à Ponta da Praia, onde uma equipe de educação ambiental realizou a separação e pesagem do material.

 

A quantidade de resíduos encontrados na área impressionou os Meninos da Vila. “Achamos bastante bituca de cigarro na praia e enchemos mais de 4 garrafas de lixo, só na parte em que andamos. Mas foi muito divertido”, disse o atleta Lenny da equipe sub-11. Já para Rafael, também jogador do sub-11, a experiência foi muito interessante. “Foi muito legal ajudar o meio ambiente na resenha com os meus amigos”, complementou. Túlio, goleiro do sub-13, também reforçou a importância da ação. “Foi muito bom poder ajudar o meio ambiente e vir para a praia descontrair um pouco, recolher o lixo. Ajudar os animais, o meio ambiente e a natureza, é muito bom”, afirmou.

 

O assistente social do Santos FC, Fernando Fernandes, ressaltou a contribuição da ação para a formação dos atletas. “A importância de uma ação como essa é que nossos atletas não tenham uma formação voltada apenas para um questão esportiva. O Santos FC prioriza a formação deles em vários aspectos da sociedade. Fazer com que os atletas estejam aqui entendendo a importância de preservar o meio ambiente é de suma importância para que eles exerçam a cidadania”, disse.

 

De acordo com Hailton Santos, diretor do Instituto Mar Azul, o principal objetivo do evento é despertar o interesse para ações que colaborem para a preservação do meio ambiente e fazer um alerta sobre a quantidade de resíduos descartados de forma incorreta e que contaminam, poluem e degradam os rios e praias.

(Texto: Isabel Luchesi)