Campeão sul-americano com o Equador, Jackson Porozo vibra com conquista inédita e exalta o Santos FC

Campeão sul-americano com o Equador, Jackson Porozo vibra com conquista inédita e exalta o Santos FC

Jackson Porozo, atleta das Categorias de Base do Santos Futebol Clube, conquistou três grandes feitos com a Seleção do Equador no último Campeonato Sul-Americano Sub-20, realizado no Chile entre os dias 17 de janeiro e 10 de fevereiro: o primeiro deles é a conquista inédita deste torneio, algo histórico para seu país que resultou em grandes esperanças nesta safra para a disputa da próxima Copa do Mundo de 2022.

O segundo, a classificação para a Copa do Mundo Sub-20 e para os Jogos Pan-Americanos de 2019, vagas garantidas juntamente com Argentina e Uruguai. E em terceiro, como ‘cereja do bolo’, o atleta do Peixe ainda figurou na seleção dos onze melhores do campeonato continental, por suas participações decisivas até a glória inédita.

Nascido na cidade equatoriana de San Lorenzo, em 4 de agosto de 2000, Porozo tem apenas 18 anos, e é dono de um estilo de jogo simples e moderno. Com 1,93 e boa impulsão, em campo o atleta se mostra tão eficiente nas jogadas de defesa como de ataque, o que tem despertado o interesse do comandante Jorge Sampaoli no elenco profissional. Em entrevista ao site oficial do Santos FC, Jackson relatou seu sentimento até a conquista inédita e fez questão de ressaltar o papel do Peixe até o ápice do torneio.

Site Santos FC – Porozo, antes de tudo gostaríamos de parabenizá-lo pela grande conquista do Campeonato Sul-Americano com o Equador, e pelas vagas garantidas na Copa do Mundo da categoria e nos Jogos Pan-Americanos. São realmente feitos muito grandes e históricos para o seu país. Como esteve seu sentimento até a conquista deste título? No começo do Campeonato vocês imaginavam que terminariam com seus nomes registrados para sempre na história do futebol do Equador?

Jackson Porozo – Muito obrigado. Estou muito, muito feliz por ter conquistado algo histórico com a camisa de meus país, é algo que nunca havia acontecido. Minha família está muito orgulhosa de mim e dos meus companheiros. É algo que vínhamos trabalhando, e desde o princípio nosso foca era garantir uma vaga para a Copa do Mundo Sub-20. Uma vez classificados, o objetivo tornou-se conquistar este título, e graças a Deus deu tudo certo no final. Estamos muito orgulhosos!

SSFC – Além do título inédito e das consequentes classificações ao Mundial Sub-20 e aos Jogos Pan-Americanos, você de quebra ainda terminou na seleção dos melhores jogadores do torneio, o que definitivamente não é pouca coisa. Qual a sua sensação de estar entre os melhores e ver seu nome marcado com letras ainda maiores na história de sua seleção?

JP – Sem dúvidas estar entre os onze melhores do campeonato é algo que também me deixou muito feliz. Procurei sempre ajudar meus companheiros da melhor forma possível, e ver este trabalho retribuído com a minha presença e a de outro companheiro de defesa (Diego Palacios) neste grupo é muito gratificante.

SSFC – Para finalizar, qual é a importância do Santos Futebol Clube na sua formação e nesta trajetória até a conquista deste título inédito?

JP – Aqui no Santos FC eu sempre fui muito bem tratado. Os trabalhos sempre foram muito bons e me fizeram chegar em ótimas condições para fazer as coisas da melhor maneira possível na Seleção. O Santos FC é um grande Clube, o maior do Brasil, e eu agradeço muito todo o suporte que vem sido dado a mim até o momento. Este trabalho, com a graça de Deus, me deu condições de ter me sagrado campeão.