Brasil vence Inglaterra campeã do mundo com oito titulares do Santos

Brasil vence Inglaterra campeã do mundo com oito titulares do Santos

Por Guilherme Guarche, do Centro de Memória 

Em pleno dia dos namorados, 12 de junho de 1969, uma quinta-feira à noite, a Seleção Brasileira entrava em campo no Maracanã para enfrentar a Inglaterra, campeã mundial de 1966, em jogo festivo para homenagear o goleiro, nascido em Santos, Gylmar dos Santos Neves, que vestia pela última vez a camisa do Selecionado Brasileiro.

Costuma-se chamar esses jogos de “amistosos”, mas no caso se tratava de um autêntico confronto entre dois mundos, pois colocava frente a frente os pragmáticos campeões da Copa da Inglaterra contra a Seleção Brasileira que ainda mantinha a fama de ser a melhor equipe do planeta.

E o detalhe dessa equipe excepcional é que oito de seus titulares eram jogadores do Santos Futebol Clube: o goleiro Gylmar; toda a defesa, formada por Carlos Alberto Torres, Djalma Dias, Joel Camargo e Rildo; o médio-volante Clodoaldo e os atacantes Pelé e Edu.

Para que a Seleção fosse inteirinha santista só faltavam o meia Negreiros, o ponta-direita Manoel Maria e o atacante Toninho Guerreiro. O técnico João Saldanha escalou, para essas posições, Gérson e Jairzinho, do Botafogo carioca, e Tostão, do Cruzeiro.

Naquela noite o Maracanã recebeu 105.649 pagantes para ver o grande duelo. Colin Bell abriu o marcador para os ingleses, mas Tostão e Jairzinho marcaram os gols da virada Brasileira, em um triunfo que deu nova motivação para a equipe que se preparava para as Eliminatórias da Copa de 1970.
Aquela foi a 93ª partida de Gylmar, apelidado “Girafa”, com a camisa da Seleção Canarinho, que ele defendeu de 1953 a 1969, sagrando-se bicampeão mundial nas Copas de 1958 e 1962. Enquanto esteve no Santos, Gylmar fez 38 partidas pela Seleção Nacional.

Seleção jogou cinco vezes com oito santistas

Em cinco jogos o Alvinegro Praiano teve oito titulares na Seleção Brasileira:
Alemanha Ocidental 1 x 2 Brasil, em 1963
Inglaterra 3 x 0 Brasil, em 1963
Brasil 2 x 1 Inglaterra, em 1969
Brasil 4 x 0 Seleção da Bahia, em 1969
Brasil 8 x 2 Seleção de Sergipe, em 1969
Nessas partidas, atuaram os santistas Cláudio, Carlos Alberto, Djalma Dias, Joel Camargo, Rildo, Clodoaldo, Pelé, Edu e Toninho Guerreiro.

Junho Mágico
Antes de terminar aquele mês de junho de 1969, o Santos ainda se sagraria tricampeão paulista – vencendo o Corinthians por 3 a 1, o Palmeiras por 3 a 0 e empatando com o São Paulo em 0 a 0 – e conquistaria, em Milão, o título da primeira Recopa Mundial, ao vencer a Internazionale por 1 a 0.