Em São Paulo, Santos FC perde para o Corinthians pelo Brasileiro

Em São Paulo, Santos FC perde para o Corinthians pelo Brasileiro

(Foto: Ivan Storti/Santos FC)

O Santos FC não somou pontos na quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Na noite deste sábado (3), na Arena Corinthians, o Peixe perdeu para o Corinthians por 2 a 0. Com este resultado, o Alvinegro Praiano segue com três pontos, na 15ª colocação. Romero e Jô marcaram os gols do duelo.

A equipe santista começou o jogo pressionando os donos da casa. Após vacilo da defesa, aos seis minutos, a bola sobrou para Bruno Henrique dentro da área. Na hora do chute, o atacante santista foi travado por Pablo, que salvou o rival.

Com bastante velocidade, o Peixe seguiu dando trabalho ao adversário pela esquerda, com Bruno Henrique. Aos 24 minutos, o camisa 27 partiu para cima da marcação e bateu firme, obrigando Cássio a defender em dois tempos. Quatro minutos depois, foi a vez de Vitor Bueno ser lançado em velocidade e ser abafado pelo goleiro rival na entrada da área.

Victor Ferraz ainda quase tirou o zero do placar ao arriscar, de primeira, um belo chute após cruzamento da esquerda, aos 44. Porém, na segunda etapa, o Corinthians converteu com Romero, aos 24 minutos, e com Jô, aos 29.

Pela quinta rodada do Nacional, o Santos FC volta a campo na quarta-feira (7) diante do Botafogo (RJ). O embate será realizado no Estádio do Pacaembu, às 21 horas. Os ingressos já estão à venda.

Corinthians 2 x 0 Santos FC
Local: Arena Corinthians, 3 de junho de 2017, às 19 horas;
Árbitro: Anderson Daronco (RS/FIFA);
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS);
Cartões amarelos: Vitor Bueno, (SFC);
Cartão vermelho: Bruno Henrique (SFC);
Gols: Romero, aos 24 do 2ºT, e Jô, aos 29 do 2T (COR).

Santos FC: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz (Yuri), Lucas Veríssimo e Copete; Renato, Thiago Maia e Vladimir Hernández (Rafael Longuine); Vitor Bueno, Ricardo Oliveira (Rodrigão) e Bruno Henrique. Técnico: Dorival Júnior.

Corinthians: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon (Camacho), Jadson (Clayson) e Rodriguinho (Fellipe Bastos) e Romero; Jô. Técnico: Fábio Carille.