Mesmo com vantagem, Victor Ferraz alerta: “não podemos mudar o jeito de jogar”

Mesmo com vantagem, Victor Ferraz alerta: “não podemos mudar o jeito de jogar”

A vitória por 2 a 0 no primeiro jogo das oitavas de final da Copa do Brasil dá ao Santos FC a vantagem de poder perder por até um gol de diferença na próxima quarta-feira (26), em São Paulo. Ainda que tenha essa vantagem, o lateral direito Victor Ferraz acredita que o Peixe não pode mudar suas características para o duelo decisivo.

“Sabemos da vantagem que temos, que é uma boa vantagem. Mas, a gente sabe da força do Corinthians, que deve ser respeitado. Acho que o modo da gente jogar que não pode mudar, temos sido agressivos na marcação. Nossos atacantes têm ajudado a marcar e isso que tem feito a diferença pra gente. Não deixar o adversário jogar”

O camisa quatro do Peixe admitiu a ansiedade que existe dentro do elenco para o clássico da próxima quarta-feira. “Não vou negar que no vestiário mesmo, após o jogo do Avaí, fazendo o trabalho de gelo a gente só falava desse jogo. Sabemos que é uma oportunidade boa para tirarmos um candidato ao título”.

David Braz afirma que um gol seguraria a pressão do adversário (foto: Ivan Storti/Santos FC)
David Braz afirma que um gol seguraria a pressão do adversário (foto: Ivan Storti/Santos FC)

David Braz ressalta importância de marcar gol fora de casa, na Copa do Brasil

Com a vantagem conquistada no primeiro jogo da Copa do Brasil, contra o Corinthians, o Peixe tem a possibilidade de classificar para a próxima fase mesmo com uma derrota. Possibilidade que não é comentada no CT Rei Pelé, nestes dias que antecedem a decisão das oitavas de final da competição nacional. Entretanto, a equipe santista está ciente da importância de marcar gols fora de casa, o que pode fazer a diferença para uma possível classificação.

“O ideal seria fazer o gol e segurar a pressão que vamos sofrer lá. A equipe deles é muito forte em casa. Vi o último jogo, como se comportaram, então se a gente conseguir fazer o gol, temos que procurar segurar o resultado até o final”, disse o zagueiro David Braz, que lembrou da última vez que o clássico Alvinegro foi disputado na Arena Corinthians.

“O fator emocional vai ser muito importante porque a pressão é grande lá. Jogamos contra eles lá no Paulista. Tomamos um gol, não nos abatemos e empatamos no final. Temos que levar isso como exemplo. Não ficar só atrás também, temos que atacar porque se fizermos um gol eles terão que fazer quatro. Então vamos nos preparar bastante e o Dorival vai nos orientar para fazermos o melhor”, disse o camisa 14 do Peixe.

O duelo decisivo das oitavas de final da Copa do Brasil vai ser disputado nesta quarta-feira (26), às 22 horas, em São Paulo.