Memória: Peixe marcava 7 gols em apenas 13 minutos

Memória: Peixe marcava 7 gols em apenas 13 minutos

No dia 16 de novembro de 1941, acontecia no Estádio Urbano Caldeira, numa partida amistosa, um fato digno de registro por ser algo fora do comum. O time do Santos FC vencia a equipe do Espanha FC pelo placar de 7 a 2 com Carabina marcando 03, Armandinho, Gradim e Ruy e Bororó (contra a favor do Santos).  O técnico Dario Letona comandou o Peixe na vitória diante do então “Leão do Macuco” com a seguinte formação: José; Neves e Gradim; Figueira, Elesbão e Inglês (Ari Fernandes); Cláudio, Armandinho, Carabina, Antoninho e Rui Gomide.

Mas, o que tornou essa partida digna de entrar na história dos jogos inesquecíveis das duas equipes foi que nesse encontro todos os gols, não só do Alvinegro Praiano como também os gols do “Jabuca”, foram todos assinalados na etapa complementar com um detalhe importante e curioso todos os setes gols do Santos foram assinalados em apenas 13 minutos.

Para o tradicional hoje “Leão da Caneleira” marcaram Bemba e Duzentos. O Espanha FC que nesse mesmo ano de 1942 mudou seu nome para Jabaquara AC formou com: Charré; Lulu e Bororó (Marmita); Julinho (Castanheira), Dino (Mario) e Sant’Ana; Vega, Bemba, Corrêa (Lima II), Nestor e Duzentos.

Através da lembrança dessa partida acima fica a nossa singela homenagem ao querido Jabaquara AC pelo mesmo ter completado ontem, dia 15, 101 anos de existência. Parabéns ao clube coirmão que tanto dignifica o futebol em nossa cidade. Arriba Jabuca!

Curiosidade

O Santos e o Jabaquara já se enfrentaram em 91 oportunidades desde o longínquo ano de 1923 até a última partida no ano de 1991. O Alvinegro da Vila Belmiro venceu 65 empatou 08 e perdeu 18 partidas marcando 295 e sofrendo 137 gols.

Guilherme Guarche – Coordenador do Centro de Memória e Estatística