Memória: Goleiro Manga jogava pela primeira vez com a camisa do Peixe

Memória: Goleiro Manga jogava pela primeira vez com a camisa do Peixe

No dia 30 de setembro de 1951, jogava pela primeira vez com a camisa santista, Agenor Gomes, o goleiro Manga, um dos grandes arqueiros que defendeu o arco santista em toda a sua história. Nessa estreia do grande goleiro praiano o Peixe perdeu para a Portuguesa de Desportos pelo placar de 2 a 0 na Vila Belmiro em partida válida pelo campeonato paulista que tinha no comando da equipe, Aimoré Moreira que mandou a campo a seguinte formação: Manga; Hélvio e Sarno; Nenê, Olavo e Pascoal; Tite, Antoninho, Odair, Nando e Brandãozinho.

Manga jogou na meta santista 404 partidas no período de 1951 a 1959 conquistando os seguintes títulos: Campeão Paulista nos anos de 1955/56 e 58, Campeão do Torneio Início de 1952, Campeão do Torneio de Classificação de 1956, Campeão do Torneio Internacional de 1956. Antes dele na meta santista quem defendia o arco era Leonídio França e depois que Manga jogou a última partida pelo Peixe no dia 16 de dezembro de 1959 na Vila Belmiro no empate em 2 a 2 contra o Botafogo de Ribeirão Preto em seu lugar assumiu a titularidade no time o inesquecível Laércio José Milani. Manga, “O Espantalho Santista” nasceu na cidade de Serra no Espírito Santo no dia 26/05/1929 e faleceu em Santos no dia 29 de fevereiro de 2004 aos 74 anos de vida.

Curiosidade

Manga, foi treinador das equipes de base do Alvinegro mas como técnico foi o responsável pela volta à primeira divisão do futebol paulista da equipe da Portuguesa Santista depois da batalha em Campinas na memorável vitória da “Lusa praiana” diante da Ponte Preta pelo placar de 1 a 0 com gol de Samarone.

Guilherme Guarche – Coordenador do Centro de Memória e Estatística