Memória: Com Dorival Júnior no comando, Peixe se tornava campeão paulista

Memória: Com Dorival Júnior no comando, Peixe se tornava campeão paulista

No dia 02 de maio de 2010, o Santos FC sagrava-se Campeão Paulista pela décima oitava vez ao ser derrotado no Pacaembu pelo Santo André por 3 a 2 com Neymar marcando os dois gols do Peixe que formou com: Felipe; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo Bastos; Arouca, Rodrigo Mancha, Marquinhos e Ganso; Neymar (Roberto Brum) e Robinho (André depois Bruno Aguiar). O técnico era Dorival Júnior.

O público presente ao estádio paulistano foi de 36.360 espectadores que vivenciaram uma tarde de múltiplas emoções, principalmente o torcedor do Alvinegro da Vila que torceu intensamente pelo seu time do coração que teve na equipe do Santo André um adversário que valorizou de sobremaneira a conquista do time santista, que teve no jovem PH Ganso um dos grandes responsáveis pela vitória ao lado do menino Neymar.

Os artilheiros do time no campeonato foram: Neymar (14), Ganso (11), André (13), Zé Eduardo e Wesley (6), Marquinhos e Robinho (5), Madson (4), Alex Sandro, Durval, Giovanni, Pará, Maikon Leite, Gerrmano e Marcel com um gol cada e Júnior César que marcou contra a favor do Peixe que disputou no certame um total de 23 partidas com 18 vitórias, 02 empates e 03 derrotas marcando 72 e sofrendo 31 gols.

Curiosidade

A primeira partida do campeonato na vitória diante do Rio Branco por 4 a 0 no Estádio do Pacaembu, teve a estreia do técnico Dorival Júnior e dos jogadores Breitner, Bruno Rodrigo e Bruno Aguiar e também o retorno equipe de Roberto Brum e Wesley além da volta ao clube do meia Giovanni em sua terceira passagem pelo Peixe após ter sido dispensado da equipe no ano de 2006.

Guilherme Guarche – Coordenador do Centro de Memória e Estatística