Fora de casa, Santos FC empata com Coritiba pelo Nacional

Fora de casa, Santos FC empata com Coritiba pelo Nacional

Foto: Divulgação Coritiba FC

O Santos FC somou um ponto na 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na noite deste domingo (20), no Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR), o Peixe empatou com o Coritiba em 0 a 0. Com este resultado, o time treinado pelo técnico Levir Culpi chegou aos 37 pontos, na terceira colocação do Nacional.

A equipe santista teve boa posse de bola na primeira etapa. Com articulações de Lucas Lima, o Peixe atacava mais pelo lado direito. A chance de maior perigo do ataque santista saiu dos pés do camisa 10, aos 14 minutos. Em cobrança de falta, a bola passou rente ao travessão adversário.

Na segunda etapa, o Alvinegro Praiano segurou a pressão inicial do Coritiba e se lançou ao ataque em busca da vitória. Aos 10 minutos, após desvio da defesa, Léo Cittadini arriscou de primeira, da entrada da área, e viu a bola passar por cima do gol de Wilson. Aos 33, Bruno Henrique recebeu de Cittadini e arriscou ao gol na entrada da área, mas o goleiro defendeu com tranquilidade.

O Alvinegro Praiano seguiu tentando infiltrações na defesa adversária, porém a zaga da equipe paranaense se fechou e a partida se findou sem gols.

Pela 22ª rodada do Brasileirão, o Peixe volta a campo no próximo domingo (27) para encarar o Cruzeiro. A partida será realizada no Estádio Mineirão, às 19 horas, em Belo Horizonte (MG).

Coritiba 0 x 0 Santos FC
Local: Estádio Couto Pereira, às 19 horas do dia 20 de agosto de 2017;
Público total: 9.262 / Renda: R$ 186.685,00;
Árbitro: Sandro Meira Ricci – SC (FIFA);
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho – SP (FIFA) e Marcelo Carvalho Van Gasse – SP (FIFA);
Cartões amarelos: Lucas Lima (SFC); Marcio, Matheus Galdezani e Neto Berola (COR)

Santos FC: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Alison, Léo Cittadini e Lucas Lima; Copete, Kayke (Nilmar) e Bruno Henrique. Técnico: Levir Culpi.

Coritiba: Wilson; Léo, Marcio, Walisson Maia e William Matheus; João Paulo, Alan Santos, Matheus Galdezani (Neto Berola) e Thiago Carleto (Filigrana); Iago (Anderson) e Alecsandro. Técnico: Marcelo Oliveira.