Feliz pela estreia, Nilmar valoriza qualidade do time

Feliz pela estreia, Nilmar valoriza qualidade do time

O empate sem gols contra o Coritiba, no último domingo (20), no Paraná marcou a estreia do atacante Nilmar com a camisa do Santos FC. Ele entrou aos 21 minutos do segundo tempo e superou as más condições do gramado para realizar uma boa estreia pelo Peixe. Nos 27 minutos que esteve em campo, o camisa 18 conseguiu uma bela arrancada, puxando contra-ataque para o Santos FC e só foi parado por uma falta dura da defesa paranaense. Além disso, o atacante procurou buscar o jogo, finalizou uma vez conta o gol adversário, acertou seis passes e até ajudou o setor defensivo quando necessário.

Seguindo a programação da comissão técnica do Peixe, Nilmar não seria relacionado para o duelo contra o Coxa, porém, com a lesão do atacante Ricardo Oliveira, o técnico Levir Culpi optou por levar o mais recente reforço ofensivo do Santos FC para o jogo e promover sua estreia. “No futebol acontecem algumas coisas que nem acreditamos. Infelizmente por um acidente de trabalho com o Ricardo Oliveira acabei vindo para esse jogo, coisa que em princípio não estava planejada, mas estava ansioso para poder entrar e atuar pelo Santos FC, venho me preparando para isso. Me senti bem os minutos que estive em campo. Claro que o gramado estava pesado e dificultou um pouco, mas estou feliz pela estreia. Agora tenho que seguir trabalhando para melhorar cada dia mais”, destacou o atacante.

Desde sua chegada, no inicio de julho deste ano, Nilmar realizou trabalhos físicos específicos com os profissionais do Santos FC, visando estar bem fisicamente para atuar pelo Peixe. Os dois períodos de treinamentos de segunda à segunda e a ausência de folgas fizeram com que o atacante santista adiantasse seu processo de preparação. “Foi um mês de muita dedicação à parte física, trabalhei muito nesse sentido para voltar a ter um bom condicionamento. Todos sabem que a velocidade é um dos meus pontos fortes. O campo pesado atrapalhou um pouco, mesmo assim consegui uma boa arrancada durante o jogo. Estou contente pela estreia, mas sei que ainda tenho que melhorar para poder ajudar o Santos FC”.

Mesmo com pouco tempo de treinamento junto aos companheiros de estreia, Nilmar acredita que a falta de entrosamento foi minimizada em função da qualidade do time santista. Segundo ele, a inteligência e o bom passe dos companheiros de meio-campo e ataque vão facilitar sua adaptação ao estilo de jogo do Peixe.

“O time tem muita qualidade. Não treinamos muito juntos ainda, porque eles estavam sempre jogando, enquanto eu fazia um trabalho diferente deles. Mas com a qualidade fica mais fácil buscar um entrosamento. São jogadores que têm um bom passe no meio campo e espero aproveitar disso para o bem do Santos FC”, completou.