Caio Couto faz balanço das Sereias da Vila: “Foi um ano positivo”

Caio Couto faz balanço das Sereias da Vila: “Foi um ano positivo”

Após quatro anos de inatividade, o Santos FC retornou com o futebol feminino nesta temporada. Em 2011, o Alvinegro Praiano se destacava como um dos melhores times das Américas na modalidade. Em 2015, o presidente Modesto Roma Jr., um entusiasta das Sereias da Vila, investiu no retorno da equipe que encantou todo país.

Uma nova realidade, um momento de adaptações. Mesmo com a onda de pessimismo que paira no Brasil, com um orçamento dentro das possibilidades , o Peixe colocou, novamente, o time em campo.

O técnico Caio Couto, comandante das Sereias da Vila, faz um balanço do time na temporada. A equipe ficou na terceira colocação do Campeonato Paulista, e, recentemente, foi eliminada na 2ª fase do Campeonato Brasileiro.

“Esse foi um ano da volta da modalidade no Santos. Um ano de acertos e erros. E no final nós podemos fazer um balanço positivo. Foi um grupo formado em cima da hora, em cima das competições. Aproximadamente 10 dias antes da primeira competição. Nós pegamos um grupo bem heterogêneo, tanto na questão física, como na questão técnica. Pegamos algumas atletas que estavam em atividade, algumas no meio da temporada, e outras que vinham inativas há alguns anos. Criamos um balanço positivo, baseado nos números.

Para um time que voltou de uma inatividade, os números não mentem. Teve bons números, não fantásticos. Seria fantástico se nos trouxesse algum título. A partir dos números que tivemos em 2015, nós já temos um ponto de partida para o próximo ano. Cremos que gradativamente esse percentual vai subir e teremos êxitos nas competições.”, explica Caio.

Os números na temporada : 26 jogos 15 vitórias 5 empates e 6 derrotas. 61 gols marcados e 23 sofridos. Aproveitamento percentual aproximado de 65%.

Caio entende que, além dos acertos e erros dentro dos gramados, o clube foi prudente fora dele. “Além de tudo foi um ano sem loucuras, com o orçamento enxuto para o feminino, em uma fase que o momento é de recuperação financeira no Santos”.