Tardelli analisa jogo adiado, se vê mais confiante no Santos FC e convoca torcida: “Precisamos dos santistas”

Tardelli analisa jogo adiado, se vê mais confiante no Santos FC e convoca torcida: “Precisamos dos santistas”

O Santos FC ganhou um final de semana de ‘folga’ no Campeonato Brasileiro. O Peixe entraria em campo neste domingo (3), diante do Fluminense, na Vila Belmiro, pela 23ª rodada. Porém, como a partida foi adiada pela CBF para o dia 27 de outubro, o técnico Fábio Carille terá mais tempo para preparar a equipe.

Agora, o Alvinegro Praiano entrará em campo somente na próxima quinta-feira (7), às 18h30, no clássico contra o São Paulo, no Morumbi, pela 24ª rodada do torneio nacional. Para Diego Tardelli, o período livre apenas para treinos ajudará Carille. Porém, o atacante admite que já queria atuar no próximo domingo para voltar a vencer no Brasileirão.

“Por um lado será importante, pois ganharemos uma semana a mais de preparação, também possivelmente ajudará no retorno de alguns companheiros que estão fora. Para mim também será fundamental, já que eu ganho mais uma semana para melhorar a parte física. Mas pensando por outro lado, depois da última derrota, o que a gente quer é jogar o mais rápido possível. Estávamos querendo esse jogo do Fluminense logo para darmos uma resposta rápida para nós mesmos e também para o torcedor santista. Mas, já que parou, vamos aproveitar ao máximo para fazer um grande clássico com o São Paulo”, afirmou o camisa 99.

No último domingo (26), Tardelli entrou aos 15 minutos do segundo tempo e foi uma das principais armas ofensivas do Santos FC no duelo com o Juventude. Atuando mais recuado, o atacante abriu espaços e teve boas oportunidades. Mesmo ainda sem estar 100%, ele já se vê preparado para ajudar o Peixe.

“O Carille pediu pra eu entrar mais livre e ficar ali atrás do Léo (Baptistão). É uma posição que eu gosto de jogar. Em 2013, quando estava no Atlético-MG, o Ronaldinho Gaúcho teve uma lesão e eu acabei atuando no meio. Me senti muito bem jogando atrás do atacante. Fisicamente ainda não estou 100%, mas já me sinto mais leve, mais confiante para desenvolver e atuar bem. O mais importante é estar com a cabeça boa, como eu estou, apesar do momento não ser favorável dentro de campo. Sei que só vamos sair desse momento com muito foco no trabalho do dia a dia. Aos poucos vou entrosando e o meu preparo físico vai aumentando ainda mais dentro dos jogos, e estando 100%, pode ter certeza que vou ajudar bastante”, ressaltou.

E após o clássico da próxima quinta-feira, o Santos FC voltará a entrar em campo na Vila Belmiro no dia 10 (domingo), às 16h, contra o Grêmio, pela 25ª rodada. Após o anúncio da CBF e do Governo de São Paulo, o Peixe terá 30% da torcida liberada para o confronto.

Será a primeira vez da Vila com torcida desde o dia 7 de março de 2020, em vitória por 3 a 1 sobre o Mirassol, pelo Paulistão. Desde então, o estádio não recebeu mais torcedores por conta da pandemia de Covid-19. Para Tardelli, o apoio dos santistas será fundamental na recuperação do clube no Campeonato Brasileiro.

“Acho que é importante a torcida estar do nosso lado nesse momento. Nós precisamos do torcedor santista, precisamos do apoio deles. O torcedor acredita na gente, e nós também acreditamos no nosso potencial. Sei que o momento é ruim, mas vai passar. Acredito muito nisso olhando a capacidade do nosso elenco. O momento é de falar pouco e fazer mais dentro de campo, e é importante a torcida estar com a gente. Vamos fazer de tudo para sair dessa situação o mais rápido possível”, concluiu o atacante.

(Foto: Ivan Storti/ Santos FC)