SumUp e Santos FC entram em campo com ação de Orgulho LGBTQIAP+

SumUp e Santos FC entram em campo com ação de Orgulho LGBTQIAP+

A SumUp e o Santos FC levantarão a bandeira da diversidade neste domingo (27). Em celebração ao Mês do Orgulho LGBTQIAP+, a camisa do Peixe terá o logo da SumUp com as cores do arco-íris na partida contra o Atlético/MG pelo Campeonato Brasileiro. Além disso, os nomes dos jogadores serão substituídos por palavras que representam a luta pela diversidade e pela equidade.

A ação, idealizada pela SumUp em parceria com o Santos FC e a Agência We, faz parte da missão da empresa de soluções financeiras para microempreendedores e profissionais autônomos de combater o preconceito e promover a diversidade e inclusão, no esporte e na sociedade como um todo.

“Ações como a que estamos fazendo com a ajuda do Santos são fundamentais para que haja uma mudança cultural: queremos que a bandeira símbolo do movimento seja bem-vinda em todos os negócios e é muito importante que essa iniciativa esteja também no esporte”, afirma Eduardo Noronha, gerente de marketing da SumUp.

Na partida, os nomes dos jogadores serão substituídos por palavras que refletem valores da comunidade LGBTQIAP+, como Orgulho, Respeito, Visibilidade, Inclusão, Liberdade, Resistência, Empatia, Luta, Amor, Justiça, Diversidade, Direitos, Pluralidade, Identidade, Equidade e Aliados.

“Aqui no Santos FC sempre vamos buscar respeito e igualdade, e essa ação em parceria com a SumUp demonstra exatamente isso: é importante darmos visibilidade a ações de inclusão e conscientização da comunidade”, afirma o presidente do Santos FC, Andres Rueda.

“O Orgulho LGBTQIAP+ precisa estar em todos os lugares. Então, nada mais natural do que ele entrar em campo com a SumUp, no espaço mais importante da camisa do Santos”, finaliza Armando Araújo, Diretor-Executivo de Criação da Agência We.

Confira a palavra que cada jogador relacionado para a partida irá usar: 

1 – Vladimir – Pluralidade
2 – Luiz Felipe – Visibilidade
3 – Felipe Jonatan – Resistência
7 – Carlos Sánchez – Respeito
9 – Kaio Jorge – Liberdade
11 – Marinho – Direitos
13 – Madson – Respeito
14 – Luan Peres – Orgulho
15 – Ivonei – Empatia
17 – Vinicius Balieiro – Identidade
20 – Gabriel Pirani – Luta
21 – Pará – Diversidade
22 – Danilo Boza – Visibilidade
23 – Marcos Guilherme – Justiça
25 – Vinicius Zanocelo – Resistência
27 – Angelo – Justiça
28 – Kaiky – Direitos
30 – Lucas Braga – Inclusão
34 – João Paulo – Equidade
36 – Marcos Leonardo – Amor
41 – Jean Mota – Identidade
42 – Moraes – Aliados
49 – Lucas Venuto – Liberdade