Santos FC inicia maratona e Balieiro acredita em classificação na Libertadores: “É difícil, mas vamos lutar”

Santos FC inicia maratona e Balieiro acredita em classificação na Libertadores: “É difícil, mas vamos lutar”

O Santos FC finalizou na tarde desta terça-feira (25) a preparação para o duelo decisivo contra o Barcelona-EQU, valendo vaga nas oitavas de final da Conmebol Libertadores. Precisando vencer para seguir sonhando com a classificação, o Peixe encara a equipe equatoriana nesta quarta (26), às 21h (de Brasília), no estádio Monumental Isidro Romero Carbo, em Guayaquil, pela 6ª e última rodada da fase de grupos.

Além da vitória, o Alvinegro Praiano precisa contar com um tropeço do Boca Juniors diante do The Strongest, em Buenos Aires, para conseguir avançar até as oitavas de final do torneio continental.

“Vamos acreditar até o final. Sabemos que a classificação é difícil, mas vamos fazer o nosso jogo e lutar até o fim para sair do Equador com um bom resultado, e se possível, também com a vaga. Não podemos ficar pensando muito lá no jogo do Boca, se não vamos esquecer de fazer o nosso aqui. Primeiro temos que ganhar aqui e só depois ver se o resultado lá na Argentina foi favorável para conseguirmos avançar”, afirmou o volante Vinícius Balieiro após o treino desta terça no estádio Modelo Alberto Spencer, em Guayaquil.

Fernando Diniz comandou treino do Santos FC nesta terça (25) em Guayaquil (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)

E o duelo diante do Barcelona-EQU marca o início de uma maratona de jogos do Peixe longe da Vila Belmiro. Após o embate com os equatorianos, a delegação santista embarca direto para Salvador, onde fará a estreia no Campeonato Brasileiro neste sábado (29), em Pituaçu, diante do Bahia. Na sequência, o Santos FC terá pela frente o Cianorte na próxima terça-feira (1), no Paraná.

“O calendário do futebol brasileiro é difícil desde a época que comecei minha carreira como jogador. Tinha dado uma melhorada nos últimos anos, mas agora voltou a ficar apertado por conta da pandemia. É difícil, mas é isso que tem pra hoje. Soubemos aproveitar bem esse período de treinos em Santos e espero que possamos jogar bem pra trazer bons resultados de volta”, disse o técnico Fernando Diniz.

O comandante do Peixe, por sua vez, não poderá contar com Marinho para a partida desta quarta em Guayaquil. O treinador elogiou o atacante e espera contar com ele em breve na temporada.

“Desde a minha chegada, o Marinho vem se empenhando muito. Tanto no tratamento quanto nos treinamentos. Ele está cada vez melhor e em breve vai estar nos ajudando. Tem tratado e treinado continuamente, mas nós achamos melhor ainda resguardá-lo um pouco, pois existe um risco de lesão. E por conta disso preferimos preservá-lo”, concluiu Diniz.

(Foto: Ivan Storti/ Santos FC)