“Patrimônio” do Santos FC, Seo Maneco recebe homenagem na Vila Belmiro

“Patrimônio” do Santos FC, Seo Maneco recebe homenagem na Vila Belmiro

Ele cuida de tudo e de todos na Vila Belmiro. Um verdadeiro patrimônio do Santos FC. Aos 75 anos, Seo Maneco é uma unanimidade entre os que trabalham no Estádio Urbano Caldeira. E nada mais justo que uma homenagem para ficar eternizada ao funcionário mais antigo do Clube. Uma pintura com o rosto dele foi inaugurada nesta sexta-feira (20), bem ao lado da sala onde fica há muitos anos, de frente para o “escritório”. A arte foi assinada por Beto Bandeiras e o evento contou com a presença dos familiares, funcionários e do vice-presidente José Carlos de Oliveira.

“Só tenho que agradecer todos que estão presentes aqui. Esse tempo todo que estou com vocês só tive alegrias. Tudo o que tenho devo ao Santos FC. Aqui está a minha vida, meu coração. Todos sempre me trataram muito bem aqui, desde quando entrei menino até a data de hoje. O meu muito obrigado”, disse o emocionado Seo Maneco.

“É uma grande satisfação poder homenagear um pessoa que está aqui mais de 60 anos. É ótimo ter hoje a família dele com a gente, esposa, filhos e netos. Essa é uma homenagem simbólica. O seo Maneco merece muito e para o Santos FC é um orgulho. Vivemos em uma época que funcionários trocam várias vezes de empresa. Parabéns e continue sempre com a gente“, afirmou José Carlos de Oliveira, vice-presidente do Clube.

Os Ídolos Eternos também estiveram presentes na homenagem. Pepe, o Canhão da Vila, que conhece muito bem o homenageado, falou pelos ex-jogadores. “Uma manhã muito feliz. Homenagear o Maneco é um prazer, uma satisfação. Sempre foi um cara nota 10, com um grande coração”.

Manoel Gomes de Lima nasceu em 07 de junho de 1946, na cidade de Santo Antônio da Glória, na Bahia. Veio para Santos ainda criança, na década de 50, quando o pai começou a trabalhar na Companhia Docas de Santos. Aos 12 anos conseguiu o primeiro trabalho no Santos FC: contava dinheiro de um bolão criado para ajudar a pagar as contas do Clube. Em 1962 foi registrado como mensageiro. Aprendeu de tudo um pouco ao longo dos anos, em todos os setores onde passou. E desde 1986 tem o cargo de Administrador do Campo/Estádio. Mas também pode chamá-lo de Paizão da Vila Belmiro.

(Fotos: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)

Veja a homenagem na Santos TV: