No Morumbi, Santos empata com o São Paulo

No Morumbi, Santos empata com o São Paulo

Na noite desta quinta-feira (7), o Santos FC empatou com o São Paulo no Estádio do Morumbi por a 1 a 1, em jogo pelo Campeonato Brasileiro. Carlos Sánchez margou o gol do Peixe.

O time santista volta a campo no domingo (10), diante do Grêmio, na Vila Belmiro, às 16h00.

O jogo

A partida começou bem equilibrada, e na primeira oportunidade que o Santos teve, Carlos Sánchez estufou a rede adversária. O uruguaio recebeu na entrada da área de Vinícius Zanocelo, aos 4 minutos, e com categoria, bateu colocado no canto esquerdo do goleiro. Gol de número 31 de Sánchez com a camisa santista.

O São Paulo chegou ao empate aos 34 minutos, em cobrança de pênalti de Calleri.

No início do segundo tempo, o Peixe tentou duas vezes com Marinho e Felipe Jonatan. O atacante bateu para fora, aos 5 minutos, e no ataque seguinte, o camisa 3 bateu no meio do gol e o goleiro defendeu.

Aos 9 minutos, João Paulo fez uma linda defesa, após o atacante são paulino sair de frente para o gol.

O técnico Fábio Carille promoveu a entrada de Lucas Braga na vaga de Wagner Leonardo, e o time santista ficou mais ofensivo.

Já no fim da partida, o Alvinegro criou duas ótimas oportunidades, mas o 1 a 1 permaneceu no placar.

SÃO PAULO FC 1 X 1 SANTOS FC
Local: Estádio Morumbi, em São Paulo.
Data: quinta-feira, 7 de outubro de 2021
Horário: 18h30
Árbitro: Raphael Claus
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Evandro de Melo Lima
Cartões Amarelos: Welington e Benítez (SPFC); Vinícius Balieiro, Marcos Guilherme, Danilo Boza e Marinho (SFC)
Gols: Carlos Sánchez aos 4min e Calleri (p) aos 34min do primeiro tempo.
São Paulo: Tiago Volpi; Igor Gomes, Miranda, Léo e Welington; Luan (Gabriel), Rodrigo Nestor (Liziero) e Luciano; Marquinhos (Gabriel Sara), Calleri (Benítez) e Rigoni. Técnico: Hernán Crespo.
Santos FC: João Paulo; Vinícius Balieiro, Emiliano Velázquez e Wagner Leonardo (Lucas Braga); Marcos Guilherme, Camacho (Danilo Boza), Carlos Sánchez (Gabriel Pirani), Vinícius Zanocelo e Felipe Jonatan; Léo Baptistão (Diego Tardelli) e Marinho. Técnico: Fábio Carille