João Paulo, o Papinha da Vila, faz aniversário

João Paulo, o Papinha da Vila, faz aniversário

Por Gabriel Pierin, do Centro de Memória

No sábado de 15 de junho de 1957 nascia em São João do Meriti/RJ, João Paulo de Lima Filho, o “Papinha da Vila”, um dos maiores pontas da história do Santos e do futebol brasileiro. Dono de um cruzamento calculado e de um chute potente, o ponta, que também cabeceava e batia faltas com eficiência, está fazendo 64 anos de vida.

O ágil ponta-esquerda veio do São Cristóvão e vestiu pela primeira vez a camisa do Peixe no dia 5 de junho de 1977, próximo de completar 20 anos. A estreia, diante do Botafogo de Ribeirão Preto, pelo Campeonato Paulista, terminou empatada em 1 a 1. O técnico Otto Glória formou o Alvinegro com Willians, Zé Maria, Marçal, Alfredo Mostarda e Fernando; Zé Mario e Aílton Lira; Nílton Batata, Juary (Bianchi), Jorginho Maravilha (Calú) e João Paulo.

João Paulo vestiu a camisa 11 do Peixe nos anos de 1977 a 1983, saiu para defender Flamengo, Corinthians, Palmeiras, Yamaha (Japão), São José, Grêmio Maringá, e, como um bom filho, retornou à Vila Belmiro em 1992, encerrando sua carreira no Santos, dia 9 de maio de 1992, na derrota santista diante do Cruzeiro por 2 a 1, na Vila Belmiro.

Papinha jogou pelo Peixe 413 partidas e é o quarto maior artilheiro na era pós-Pelé, ao lado de Serginho Chulapa, com 104 gols. Pela Seleção Brasileira, enquanto esteve no Santos, jogou cinco partidas e marcou um gol.

João Paulo conquistou os seguintes títulos no Santos: Torneio Vencedores da América, no Uruguai, e o Torneio Cidade de Pamplona, ambos no ano de 1983, além do Campeonato Paulista de 1978, quando foi um dos destaques da geração que ficou conhecida como “Meninos da Vila”.

Ao se aposentar como jogador, trabalhou como supervisor das categorias de base do Santos. A exemplo de tantos outros ídolos, adotou a cidade de Santos para viver com a família.