Fora de casa, Santos FC vence Ponte Preta por 2 a 0 no Brasileirão de Aspirantes

Fora de casa, Santos FC vence Ponte Preta por 2 a 0 no Brasileirão de Aspirantes

Pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro de Aspirantes, o Santos FC venceu a Ponte Preta por 2 a 0 jogando fora de casa, no Estádio José de Araújo Cintra, em Amparo (SP). Os gols da equipe Sub-23 do Santos FC foram marcados por Rwan Seco e Victor Yan. Com o resultado, o Alvinegro Praiano soma agora seis pontos conquistados nos quatro primeiros jogos da competição nacional.

Na próxima rodada do Brasileirão de Aspirantes, a equipe comandada por Edinho recebe o Grêmio (RS) no Estádio 1º de Maio, em São Bernardo do Campo (SP). A partida terá transmissão ao vivo da CBF TV (Eleven) e tem início marcado para as 15 horas da quinta-feira (15).

O jogo

A equipe Sub-23 do Santos FC abriu o placar com apenas 8 minutos de jogo. Após escanteio cobrado por Anderson Ceará pelo lado direito, Jhonnathan cabeceou com força para o gol, mas foi bloqueado pelo goleiro da Ponte Preta. No entanto, no rebote Jhonnathan ajeitou para Rwan Seco que, da pequena área, só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes.

Pouco depois, quase o Santos marca seu segundo gol em chute perigoso de fora da área. Com 10 minutos jogados, Anderson Ceará recebeu passe na intermediária, limpou a marcação e arriscou finalização de longe. O chute cruzado ganhou muita força, mas a bola acabou saindo à direita da meta, assustando os defensores adversários.

Com 27 minutos do primeiro tempo, o Santos FC teve nova chance de ampliar a vantagem com Rwan Seco. Após investida da Ponte Preta, a defesa santista afastou o perigo com um chutão para a frente, que acabou sobrando na entrada da área, pingando na frente de Rwan. Pressionado pelos marcadores, o camisa 9 acabou finalizando desequilibrado e a bola ficou nas mãos de Guilherme.

Já aos 40, o Santos criou a última chance de gol da primeira etapa. Jhonnathan avançou pela direita e encontrou Rwan na grande área. O camisa 9 só ajeitou para Anderson Ceará, que chegou finalizando da entrada da área, fazendo a bola passar com perigo por cima do travessão adversário.

Na volta para o segundo tempo, os Meninos da Vila continuaram pressionando para ampliar a vantagem no placar. Aos 5 minutos, Kevin Malthus roubou bola no meio de campo e avançou em velocidade, em direção ao ataque. Chegando na entrada da área, Kevin abriu para Anderson Ceará, que o acompanhava pelo lado esquerdo do ataque. Ao finalizar, o camisa 10 fez a bola passar muito perto do ângulo direito do goleiro Guilherme.

Com 20 minutos da segunda etapa, o árbitro Pietro Dimitrof Stefanelli expulsou um jogador de cada equipe, após confusão generalizada. Anderson Ceará e Cauê acabaram se desentendendo depois de falta não marcada sobre o camisa 10 santista e levaram cartão vermelho.

Com dez jogadores de cada lado, a partida manteve o equilíbrio que as equipes já vinham apresentando. Aos 35 minutos da segunda etapa, Rwan recebeu passe à meia altura na entrada da grande área. Ele matou no peito, girou e finalizou de primeira, obrigando Guilherme a se esticar para defender em seu canto inferior esquerdo.

E no último lance da partida, a Ponte Preta partiu com todos seus jogadores de linha ao ataque, decidida a empatar a partida em bola parada alçada à área santista. No entanto, o Santos recuperou a bola e Victor Yan arrancou da linha de meio de campo até o gol com a bola em controle. Quando ficou cara a cara com o goleiro adversário, o camisa 8 deslocou-o e finalizou para o fundo das redes, dando números finais à partida.

PONTE PRETA 0 X 2 SANTOS FC
Local: Estádio José de Araújo Cintra, em Amparo (SP)
Data: quinta-feira, 1 de julho de 2021
Horário: 15h
Árbitro: Pietro Dimitrof Stefanelli
Assistentes: Rodrigo Meirelles Bernardo e Ítalo Magno de Paula Andrade
Gols: (SFC) Rwan Seco, aos 8′ do 1ºT e Victor Yan, aos 51′ do 2ºT
Santos FC: Diógenes; Sandro Perpétuo, Derick, Robson Reis (João Cubas) e Jhonnathan; Kevin Malthus (Pedro Cunha), Victor Yan e Anderson Ceará; Mikael Doka, Fernandinho (Brayan Kruger) e Rwan Seco (Moraes). Técnico: Edinho
Ponte Preta: Guilherme; Cauê, Edson, Henrique e Felipe Mello; Alex Girolli (Gustavo), Bruno José e Diogo (Felipinho); Bruninho (Kayke), Matheus Alisson e Guilherme Mafei (Eliel). Técnico: Eduardo Abdo

(Texto: Tiago Maestre (Estagiário) com supervisão de Fábio Maradei (Gerente de Comunicação) e Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)