Fora de casa, Santos FC é derrotado pelo Fluminense por 4 a 3 pelo Brasileirão Sub-20

Fora de casa, Santos FC é derrotado pelo Fluminense por 4 a 3 pelo Brasileirão Sub-20

Jogando fora de casa, a equipe Sub-20 do Santos FC perdeu por 4 a 3 para a do Fluminense, em partida válida pela décima rodada do Campeonato Brasileiro da categoria. Os gols santistas foram marcados por Ed Carlos, Rwan Seco e Lucas Barbosa.

Na categoria Sub-20, o Santos FC volta a campo às 15 horas da próxima quinta-feira (12), para confronto com o Água Santa no CT Rei Pelé, pela segunda rodada do Campeonato Paulista. Pela competição nacional, o próximo desafio dos Meninos da Vila é contra o Atlético-MG e acontece às 15 horas do domingo (15) no Estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo (SP).

O jogo

Mesmo fora de casa, a equipe Sub-20 do Santos FC começou a partida pressionando muito a equipe adversária. Ainda aos 2 minutos, Weslley Patati recebeu pela esquerda do campo de ataque, fintou seu marcador, invadiu a área e bateu com força por cima do gol.

E dois minutos depois, o Santos já abriu o placar nas Laranjeiras. Ed Carlos recebeu pela intermediária, tabelou com Lucas Barbosa e  recebeu a devolução à meia altura. O camisa 10 santista esperou o quique da bola e acertou chute forte, colocando a bola no canto esquerdo do goleiro Thiago para marcar um golaço.

Aos 9 minutos, após nova descida de Weslley Patati pela esquerda do ataque, o Santos já chegou ao segundo gol. Patati cruzou para a grande área e encontrou Rwan Seco. Muito marcado, o camisa 9 dominou, se livrou dos defensores adversários e girou para bater para o fundo das redes, fazendo 2 a 0 para o Alvinegro Praiano.

Mas pouco depois, a árbitra Rejane Caetano da Silva marcou pênalti para a equipe da casa, alegando que Miguel Vinicius teria sido derrubado pelo lateral direito santista dentro da grande área. O próprio Miguel foi para a cobrança e acertou com firmeza o ângulo esquerdo de Breno, diminuindo a desvantagem dos mandantes no placar.

Com 26 minutos da etapa inicial, por pouco Ed Carlos não marca mais um golaço nas Laranjeiras. O camisa 10 recebeu cruzamento preciso de Gustavo Moreira e, da entrada da área, acertou belo chute colocado no ângulo direito. No entanto, a finalização parou em ótima defesa do goleiro Thiago, que encaixou a bola e evitou o que seria o terceiro tento santista.

Já na segunda etapa, o Santos chegou ao terceiro gol com Lucas Barbosa, ainda nos minutos iniciais. Aos 9, Weslley Patati chegava pela esquerda do ataque, quando cruzou para a grande área e contou com desvio errado do defensor tricolor para encontrar Lucas no segundo pau. O camisa 11 dominou e bateu colocado no ângulo esquerdo, deslocando Thiago e ampliando a vantagem santista para 3 a 1.

No entanto, a diferença de dois gols não durou muito no placar, já que aos 13, em jogada muito parecida com a do terceiro gol santista, Gabryel Martins recebeu cruzamento desviado na segunda trave e diminuiu para 3 a 2. E já aos 39 minutos, a árbitra marcou mais um pênalti para o Fluminense e expulsou o camisa 5 santista, Cadu. Os mandantes empataram com cobrança de Luan Brito no meio do gol.

Nos acréscimos, a equipe da casa aproveitou a vantagem numérica e com rápida troca de passes chegou ao quarto gol, novamente com Luan Brito, dando números finais à partida.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 4 X 3 SANTOS FC
Local: Estádio Manoel Schwartz (Laranjeiras), no Rio de Janeiro (RJ)
Data: domingo, 8 de agosto de 2021
Horário: 15h
Árbitra: Rejane Caetano da Silva
Assistentes: Wallace Muller Barros Santos e Beatriz Geraldini de Sousa
Cartão Vermelho: (SFC) Cadu
Gols: (SFC) Ed Carlos, aos 4′ e Rwan Seco, aos 9′ do 1ºT e Lucas Barbosa, aos 9′ do 2ºT (FFC) Miguel Vinicius (de pênalti), aos 14′ do 1ºT, Gabryel Martins, aos 13′, Luan Brito (de pênalti), aos 39′ e aos 47′ do 2ºT
Santos FC: Breno; Gustavo Moreira (Yalle), Thiago Balieiro, Jhonnathan e Lucas Pires; Cadu, Victor Yan (Victor Braga) e Ed Carlos; Weslley Patati (Gerson), Lucas Barbosa (Deivid) e Rwan Seco. Técnico: Rodrigo Chipp
Fluminense: Thiago; Jhonny (Justen), Felipe, Damaceno e Marcos Pedro; Nathan (Lira), Edinho e Ewerthon (Luan Brito); Yago, Gabryel Martins e Miguel Vinicius (David José). Técnico: Eduardo Oliveira

(Texto: Tiago Maestre (Estagiário) com supervisão de Fábio Maradei (Gerente de Comunicação) e Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)