Em São Bernardo do Campo, Santos FC perde para o Atlético-MG pelo Brasileiro sub-20

Em São Bernardo do Campo, Santos FC perde para o Atlético-MG pelo Brasileiro sub-20

Na tarde deste domingo (15), o Santos FC sub-20 perdeu para o Atlético-MG por 3 a 0 no Estádio Primeiro de Maio.

A categoria Sub-20 do Santos FC volta a campo pelo Campeonato Paulista às 15 horas da próxima quinta-feira (19), quando enfrenta fora de casa a equipe do São Caetano. Pelo Brasileirão Sub-20, os Meninos da Vila voltam a campo no domingo (22), às 15 horas, para confronto fora de casa contra o Botafogo, no CEFAT, em Niterói (RJ).

O jogo

A primeira chance de abrir o placar foi da equipe santista. Aos 4 minutos, Pajé faz linda jogada pelo lado direito, e encontra Alex já dentro da área. Ele recebe, ajeita e quase abre o marcador em São Bernardo do Campo. A bola passa muito perto da trave esquerda do goleiro.

Aos 36, em bola levantada na área, Kaio Henrique desvia de cabeça e a zaga desvia para a linha de fundo. Na sequência, o Peixe teve dois escanteios a seu favor, e mais uma vez esteve próximo de fazer o primeiro.

A primeira etapa terminou equilibrada, com poucas chances para as duas equipes.

Aos 17 minutos, já do segundo tempo, o Atlético abriu o placar com Rubens. Rafael ampliou aos 32 e e Daniel Borges deu números finais ao jogo aos 42 minutos.

FICHA TÉCNICA

SANTOS FC 0 X 3 ATLÉTICO-MG
Local: Estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo (SP)
Data: domingo, 15 de agosto de 2021
Horário: 15h00
Árbitro: Pietro Dimitrof Stefanelli
Assistentes: Leandra Aires Cossette e Vladimir Nunes da Silva
Cartões Amarelos: Jefferson (SFC); Carlos Daniel (CAM)
Gols: Rubens aos 17min, Rafael aos 32min e Daniel Borges aos 42min do segundo tempo.
Santos FC: Edú Araújo; Gustavo Moreira, Yalle, Thiago Balieiro e Jefferson; Rafael Moreira (Geliel), Matheus Nunes e Alex; Weslley Patati (Davis Silva), Pajé (Brayan) e Kaio Henrique (Filipe Claudinho). Técnico: Rodrigo ‘Chipp’ Casarin
Atlético-MG: Gabriel Delfim; Carlos Daniel (Léo Previato), Daniel Borges, Léo Simoni e Thomaz (Matheus Lima); Vitor Lima, Rubens e Júlio César; Gabriel Oliveira, Luiz Felipe e Rubens. Técnico: Marcos Valadares