Em noite inspirada de João Paulo, Santos FC empata e avança na Conmebol Sul-Americana

Em noite inspirada de João Paulo, Santos FC empata e avança na Conmebol Sul-Americana

Há jogos que ficam marcados por lindos gols ou jogadas inesquecíveis. Mas também há jogos, em que o goleiro se agiganta, e se torna a principal peça da equipe. E na noite desta quinta-feira (22), João Paulo ficará eternizado pela magistral atuação, na qual realizou diversas defesas, que ficarão marcadas na memória do torcedor santista.

E no Estádio Libertadores de América, em Avellaneda, o Santos FC empatou em 1 a 1, e na soma do placar agregado, o Peixe venceu por 2 a 1. Kaio Jorge marcou na Vila Belmiro, e também foi o autor do gol santista na Argentina. Nas quartas de finais, o Alvinegro enfrentará o Libertad (PAR), que eliminou o Junior Barranquilla (COL).

No domingo (25), o Santos FC retorna as atenções ao Campeonato Brasileiro, e enfrenta o Atlético-GO na Vila Belmiro às 18h15.

O jogo
No primeiro minuto da partida, Jean Mota arriscou para testar o goleiro, e o arqueiro da equipe da casa fez a primeira defesa do jogo.

Precisando do resultado, o time argentino realizou algumas jogadas ofensivas, e aos 17 minutos, João Paulo realizou sua primeira grande defesa. O ataque do Independiente chegou pelo lado direito, e ao colocar a bola na área, Velasco finalizou na pequena área, e no puro reflexo, o goleiro santista espalmou e evitou o gol do time argentino.

Quatro minutos depois, a bola foi novamente colocada na área do Peixe, e com o desvio da zaga, a direção da bola mudou, e em rápida reação, João Paulo realizou outra linda defesa.

O Independiente não aproveitou suas chances, principalmente pela noite inspirada de João Paulo, e na primeira oportunidade do time da Vila Belmiro, Kaio Jorge não perdoou, aos 38 minutos. Marinho roubou a bola na intermediária, e rapidamente tocou para Carlos Sánchez. O capitão santista lançou Kaio com precisão, e o Menino da Vila ganhou da marcação, e com um leve toque, colocou a bola no fundo do gol. O camisa 9 do Peixe novamente se mostra decisivo, e após marcar o gol do triunfo na Vila Belmiro, abriu o placar no Estádio Libertadores de América.

Sánchez e Kaio Jorge vibram com o gol do Peixe (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Aos 44 minutos, Madson realiza ótima jogada pela direita, e acha Marcos Guilherme em ótimas condições na área. O atacante santista bate e quase amplia o marcador.

No primeiro minuto da segunda etapa, mais uma vez João Paulo se agigante diante dos atacantes adversários. Lucas Romero bateu de fora da área, e o arqueiro santista espalmou para lado. Na sequência, Silvio Romero bateu cruzado, e João Paulo colocou a bola para escanteio. Três minutos depois, Silvio Romero tentou novamente, dessa vez, de dentro da área, mas não conseguiu vencer João Paulo.

Na sequência, o Peixe chegou com Marcos Guilherme, e quase ampliou o placar.

E o goleiro santista estava inspirado, em uma das atuações que ficam marcadas para a história. Aos 10 minutos, Bustos bateu de dentro da área, e ao estilo “queima roupa”, João Paulo fez mais uma linda defesa.

Aos 22 minutos, o Independiente conseguiu empatar com Lucas González.

Oito minutos depois, Gabriel Pirani teve a chance de marcar o segundo, mas a bola passou próxima a trave. E aos 37, foi a vez de Vinícius Zanocelo arriscar de fora da área.

Já com três minutos de acréscimos, João Paulo mais uma vez apareceu. Cruzamento na pequena área, e Herrera cabeceia em cima do arqueiro do Peixe, e com muita firmeza, ele espalma para escanteio.

E após 8 minutos de acréscimos, o árbitro sinalizou o fim da partida, e a torcida santista pôde comemorar mais uma classificação em uma grande competição internacional.

João Paulo fez história na noite do dia 22 de julho de 2021 (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Ficha Técnica:
CA Independiente 1 x 1 Santos FC
Data: 22/07/2021
Local: Estádio Libertadores de América, em Avellaneda, Argentina.
Gols: Kaio Jorge aos 38min do primeiro tempo; Lucas González aos 22min do segundo tempo.
Árbitro: Diego Haro (PER)
Cartões amarelos: Barreto, Blanco e Lucas Romero (CAI); Jean Mota e Kaiky (SFC)
Cartões Vermelhos: Insaurralde e Barreto (CAI)
CAI: Sosa; Bustos, Barreto, Insaurralde e Rodriguez (Soñora); Blanco (Herrera), Lucas Romero, Roa (Lucas González) e Velasco (Braian Martínez); Palácios e Romero. Técnico: Julio Falcioni
SFC: João Paulo; Madson, Luiz Felipe, Kaiky e Felipe Jonatan; Camacho (Alison), Carlos Sánchez (Gabriel Pirani) e Jean Mota (Vinícius Zanocelo); Marinho (Lucas Braga), Marcos Guilherme (Marcos Leonardo) e Kaio Jorge. Técnico: Fernando Diniz