De volta após oito meses, Sandry agradece Santos FC e admite ansiedade: “Passou um filme na cabeça”

De volta após oito meses, Sandry agradece Santos FC e admite ansiedade: “Passou um filme na cabeça”

Cerca de oito meses após romper o ligamento cruzado anterior (LCA) do joelho direito durante um treino em Atibaia, no interior de São Paulo, Sandry está oficialmente de volta aos gramados com a camisa do Santos FC.

Durante a vitória por 2 a 0 sobre o Fortaleza, na última quarta-feira (25), na Vila Belmiro, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, o novo camisa 6 do Peixe foi chamado pelo técnico Fábio Carille para entrar aos 45 minutos do segundo tempo no lugar do lateral-esquerdo Felipe Jonatan.

“Na terça, um dia antes da convocação para o jogo, o professor me chamou depois do treino e disse que eu seria relacionado. Parecia que era minha primeira vez subindo da base e indo para um jogo. E, ontem, quando fui chamado para entrar em campo, com certeza fiz a caminhada mais longa da minha vida do aquecimento até o banco de reservas. Passou um filme na cabeça de tudo que vivi nesses oitos meses. Mas sei que Deus programa tudo no tempo certo e ontem foi esse momento. Só agradecer a Deus, minha família e todos do Santos FC, desde o porteiro até o presidente. Ontem foi uma noite que ficará para sempre marcado na minha vida”, vibrou o meia santista.

Retornando quase duas semanas antes de completar oito meses da cirurgia no joelho direito, Sandry destacou que veio tratar no clube todos os dias após o procedimento, fez questão de enaltecer o Departamento Médico e também o presidente do Santos FC, Andres Rueda.

“Todo mundo que joga futebol sabe que o pior momento possível é quando você se lesiona e fica fora. Desde o começo sabia que se trabalhasse forte eu voltaria bem. Então coloquei isso na cabeça e não deixei de vir ao clube em nenhum dia, sempre buscando essa recuperação, e ontem fui recompensado. Foi muito difícil, mas só tenho que agradecer a todos. O presidente me ligou quando soube da lesão, me deu total respaldo. Agradeço também a todo staff do clube e, principalmente, todos do DM, que sempre estiveram comigo desde o início”, ressaltou o camisa 6.

E com a vitória por 2 a 0 sobre o Fortaleza, o Alvinegro Praiano chegou na 11ª posição com 45 pontos, oito acima do Bahia, primeiro time dentro da zona de rebaixamento. Apesar da boa distância, Sandry ainda quer garantir 100% a permanência do Peixe na série A antes de pensar em voos maiores no Brasileirão.

“Nossa equipe já provou que pode mais. Estamos bem unidos e focados. É um passo de cada vez, primeiro vamos buscar eliminar de vez qualquer chance de rebaixamento para depois almejar coisas maiores nessa reta final de competição e para o ano que vem”, concluiu o meia.

O elenco do Santos FC se reapresentou na tarde desta sexta-feira (26), no CT Rei Pelé. Os comandados de Fábio Carille encaram o Internacional no próximo domingo (28), às 19h, no Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 36ª rodada do torneio nacional.

(Foto: Ivan Storti/ Santos FC)